Cidadeverde.com
Últimas

Olho tatuado de azul é atração em convenção

Imprimir
Para difundir a arte na pele, fãs e profissionais levam as novidades do setor e os desenhos mais ousados para a 3ª Convenção de Tatuagem Arte na Alma, neste fim de semana, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Há tatuagens de vários tamanhos, figuras e em todas as partes do corpo. As melhores ganham títulos e o público também pode aproveitar os shows de bandas e a participação dos motoclubes. Um dos participantes mais badalados do evento, conhecido como 'Rattoo', tatuou o próprio olho de azul e partiu a língua em dois para ficar parecendo a de uma cobra.


A terceira edição do evento conta com 270 tatuadores em 40 estandes. A convenção, assim como nos outros anos, foi organizada pelo tatuador Luis Fernando de Almeida, conhecido como "Nando Tattoo". “Hoje nós temos pessoal do Amazonas, Fortaleza, Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio de Janeiro prestigiando o evento", conta ele.

A convenção traz uma variedade enorme de tatuagens de diversos estilos, já que há tatuadores de várias partes do país e com diferentes habilidades. Alguns gostam de lembrar datas marcantes e apelam para os desenhos com números, como é o caso do ajudante de jardinagem Claudiano Regis, que tem o ano de 1981 tatuado na barriga. "Quis levar o ano do meu nascimento e também porque os anos 80 foram os melhores da história", diz ele, que participa pela segunda vez do evento. Já Gabriel Cahanto também teve uma ideia parecida. Ele tatuou o número 13 ao lado do olho. "Treze é o dia do meu aniversário e sou meio treze também. Fiz a tatuagem em 2013", conta.

Há aqueles que gostam de mostrar o amor por familiares por meio da pele. O tatuador Fernando Souza, conhecido como "Nenê" desenhou o rosto do avô em uma das pernas. “Ele faleceu. Eu quis fazer uma homenagem para ele. Nada como tê-lo para o resto da vida", fala.

Já o fã de tatuagens Everton Coto, de 31 anos, gosta mesmo é de heróis de quadrinhos. Na perna direita ele tem uma tatuagem do Hulk, do Thor e do Homem de ferro. "Na perna dele foram mais de 30 horas de trabalho. Demorei uma semana inteira para fazer", conta o tatuador dele, Sidney Abrantes. Ele confessa que essa foi uma das tatuagens mais difíceis que já fez. Na outra perna, porém, Everton guarda o amor pela religião.  "O motivo é ter a arte na pele", diz ele, que começou a fazer tatuagens há três anos e já tem boa parte do corpo repleto de desenhos.

Totolinha Costa, conceituada tatuadora do país e que veio do Rio de Janeiro, também gosta de estampar suas paixões na pele. Ela sempre foi fã da cantora Ana Carolina e resolveu colocar o rosto da artista em uma das suas pernas. Totolinha já teve a oportunidade de mostrar para a cantora a tatuagem e, depois disso, completou o desenho na perna. "Agora tem até o autografo dela. Mas, muita gente ainda tem preconceito com essa minha tatuagem. O fã clube dela (cantora) não aceita. Eles acham que eu não tenho o perfil de uma fã dela", diz. Totolinha.


Além disso da homenagem, a tatuadora carrega duas estrelas na bochecha. A história dessas tatuagens também tem a ver com amor, mas, desta vez, é pelo marido. “Eu conheci ele no Orkut. Namoramos cinco dias e ele veio para o Rio de Janeiro. Quando resolvemos ficar juntos fizemos as duas estrelas e resolvemos não comprar alianças. Não temos alianças. Estamos juntos há 6 anos" diz.

O marido dela é o tatuador Rattoo, também muito conhecido nacionalmente. Ele conta que é o único que tem o olho tatuado de azul no Brasil. Segundo Rattoo, para o procedimento usa-se tinta de tatuagem, mas tudo é feito com seringa. "Coloquei colírio anestésico e não doeu nada" afirma ele. Rattoo conta que não pensou nas consequências na hora de fazer uma tatuagem tatuagem no olho. "Eu queria de qualquer jeito. É uma técnica nova no Brasil. A princípio tem risco, mas eu não tive nenhuma reação. Já faz um ano em meio", diz.

Ratto fez a primeira tatuagem aos 12 anos, com autorização dos pais, e virou tatuador dois anos depois. O rosto dele é todo coberto por figuras coloridas, que combinam com a cor dos olhos. Já as estrelas na bochecha, como a de Totolinha, desapareceram entre tantos outros desenhos diferentes.

Programação

O público e os profissionais também tem a oportunidade de conferir as novidades do setor. ”Houve uma evolução muito grande de um ano para cá. Hoje temos máquinas muito mais rápidas e menos barulho. A qualidade de material evoluiu muito. Tem estandes com esses materiais”, explica. Nando também afirma que, como organizador, não permite a utilização de biqueiras antigas de aço. “Toda a convenção é feita com material descartável, tintas e produtos legalizados”, garante.


Além disso, há uma parceria com a Secretaria de Saúde de Guarujá, que trouxe vacinas contra a hepatite C e que são aplicadas de graça tanto para os tatuadores como para o público em geral. O evento também está arrecadando quilos de alimentos para doação para entidades assistenciais. Na programação, ainda há a apresentação das bandas Urano, A.T.C., Dom Domingues, Erodelia e Emotion. Também haverá workshops com grafiteiros e a participação de 25 motoclubes da região e do país.

A 3ª Convenção de Tatuagem Arte na Alma acontece até este domingo (9) no Centro Esportivo Duque de Caxias – Tejereba, localizado na Praça Horácio Lafer, s/n, perto da Praia da Enseada, em Guarujá, das 10h às 22h.

Fonte: G1
Imprimir