Cidadeverde.com
Últimas

Colégio das Irmãs conquista ouro e representará PI e Brasil pelo mundo

Imprimir
Determinação, foco e muito estudo são elementos que fazem parte da rotina dos estudantes Pedro Jorge Cronemberger, Lucas Levy Alves Moraes e Matheus do Monte Marques. O trio de alunos do Colégio das Irmãs, que é medalha de Ouro em diversos certames nacionais e internacionais, está pronto para representar o Piauí e o Brasil por todo o mundo. 

Fotos: Gustavo Alencar / CSCJ

Pedro Jorge cursa atualmente o 3° ano do Ensino Médio. Ele participa de olimpíadas de física desde o 9° ano e sempre se interessou pela disciplina como forma de obter respostas sobre o funcionamento do mundo. "O universo me deixa curioso e isso me incentiva a estudar física", explicou o jovem cientista.


Aos 17 anos, Pedro Jorge é o único piauiense classificado na seletiva final da Olimpíada de Física, realizada no Instituto de Física de São Carlos (USP) e integrará a equipe que representará o Brasil entre os dias 13 e 21 de julho na etapa internacional da IPH0, no Cazaquistão. Para o adolescente, que sempre se destacou entre os melhores da turma, este é um sonho que parecia distante, mas agora está se tornando realidade.


Mas as conquistas não param por aí. A equipe "Dynamis", formada por Pedro Jorge, Lucas Levy e Matheus do Monte, conquistou a medalha de ouro no Torneio IYPT - Torneio Internacional de Jovens Físicos, competição que aconteceu em São Paulo, de 11 a 13 de abril.


Os jovens gênios do Colégio das Irmãs conquistaram também o Troféu de Ouro "Nicolau Gilberto Ferraro". Para Lucas Levy, que tem 16 anos e também está no 3° ano, esse foi o resultado de muita persistência e garra. "Eu participo do torneio há dois anos. No primeiro, não conseguimos nem mesmo a menção honrosa. No segundo, ganhamos medalha de Bronze. Dessa vez, decidimos estudar de verdade, nos preparar mais. Sabíamos que tínhamos condições, mas o resultado foi inesperado", lembrou o estudante.


Levy representará a equipe na fase internacional do torneio, que acontece na Inglaterra, de 4 a 13 de julho.

O trio estuda em média 12 horas por dia, com intervalos regulares. Matheus, 17 anos, o terceiro integrante da equipe, falou ao Cidadeverde.com de como a equipe conseguiu todo esse desempenho. "Sabíamos o que queríamos e decidimos fazer o melhor que podemos. Talvez eu não seja o melhor, mas vou continuar tentando. É esse o espírito que temos", declarou.

Jordana Cury

Imprimir