Cidadeverde.com
Geral

Nazareno Thé diz que família está abalada com morte de sobrinha

Imprimir
O advogado Nazareno Thé afirma que acompanhará o caso do assassinato da sobrinha Loane Maranhão da Silva Thé, 32 anos, ocorrido no fim da manhã de hoje (15), na Delegacia da Mulher de Caxias (MA). Loane era escrivã há cerca de quatro anos no distrito.



Loane era filha de um irmão de Nazareno. A família abalada com o crime. "Era uma menina muito meiga, uma pessoa que não ofendia ninguém, estava sempre disposta a ajudar a quem precisasse. Meu irmão está em estado de choque", comenta o advogado.

Nazareno Thé afirma também que acompanhará a investigação de perto. "Ainda não tive como falar com meu irmão porque ele está muito abalado. Mas vamos conversar e ver como vai ser", diz.

O advogado lembra ainda que na família ocorreu uma outra tragédia recentemente. Um dos rapazes morto na queda do bimotor no aeroporto Petrônio Portela havia sido criado junto com Loane. "Meu irmão ficou muito abalado quando o Guilherme morreu, tanto quanto se ele fosse filho legítimo", lamenta.

Matéria relacionada

Leilane Nunes
Imprimir