Cidadeverde.com
Política

Felipe Mendes pede exoneração do governo e diz : "não sei fazer figuração"

Imprimir

O secretário de Planejamento, Felipe Mendes, confirmou nesta quarta-feira (9) ao Cidadeverde.com que pediu afastamento da pasta, após discordar de ações do governo. Ele disse que não estava sendo ouvido e por isso resolveu pedir exoneração do cargo. 

“As minhas colocações não estavam sendo efetivadas plenamente, principalmente naquilo que sei e que aprendi ao longo dos anos. Por isso pedi para sair e já comuniquei ao governador”, disse Felipe Mendes que passou três meses na pasta.


Ele ressaltou que a falta de participação no governo lhe incomodou.


“Eu não faço figuração. Ou eu participo efetivamente ou não participo”.

Felipe Mendes de Oliveira é economista, com mestrado em Desenvolvimento em Meio Ambiente, e professor aposentado pela Universidade Federal do Piauí(UFPI). É autor de várias publicações, como o livro Economia e Desenvolvimento do Piauí. Além de já ter exercido o cargo de secretário de Estado do Planejamento e Fazenda, foi também secretário municipal de Finanças (Teresina), exercendo ainda o mandato de deputado federal por três mandatos e vice-governador.

O economista ressaltou que a pasta na qual gerenciava não tratava só de orçamento e planejamento. “Diz respeito também as atividades do governo com base na legislação e nos gastos públicos coerentes com o desenvolvimento do Piauí. No momento não estava podendo participar, então pedi para sair”, disse o ex-secretário.

Ele afirmou ainda que sua decisão foi comunicada ontem ao governador Zé Filho (PMDB). Segundo Felipe Mendes, o governador pediu que ele ficasse um tempo até escolhesse outro nome, mas o economista não aceitou e resolveu sair imediatamente. 

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Imprimir