Cidadeverde.com
Política

OAB repudia discriminação a nordestinos e nortistas após eleição de Dilma Rousseff

Imprimir

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) repudiou as manifestações de discriminação contra nordestinos e nortistas após a reeleição de Dilma Rousseff (PT) para a Presidência da República, ocorrida no último domingo (26).

“O Brasil é uma nação plural, tolerante e respeitosa. Essas manifestações preconceituosas contra nordestinos e nortistas advêm de uma minoria e merecem ser repudiadas pela sociedade brasileira”, afirmou o presidente nacional da Ordem, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.

As redes sociais foram invadidas por comentários preconceituosos e racistas após a vitória de Dilma Rousseff sobre Aécio Neves (PSDB). A OAB garante que repudia de forma veemente essas manifestações, contrárias ao conceito exposto na Carta Maior da construção de uma sociedade justa, solidária e fraterna.

Até mesmo uma piauiense radicada em São Paulo causou polêmica na rede social ao reforçar o preconceito contra os nordestinos. Ela publicou em sua página no Facebook um mapa onde sugere que seja construído um muro separando as regiões Norte e Nordeste do restante do Brasil.

A OAB alerta que o cidadão que se sentir ofendido ou testemunhe atos de preconceito pode entrar com uma representação no Ministério Público Federal. O procedimento pode ser feito pela internet, através do seguinte endereço: http://cidadao.mpf.mp.br/formularios/formularios/formulario-eletronico.

Da Redação
[email protected]

Imprimir