Cidadeverde.com
Últimas

Irmã Dulce: técnicos da Agespisa trabalham para melhorar abastecimento

Imprimir

Após a manifestação da comunidade da Vila Irmã Dulce, na zona sul, contra a falta de abastecimento de água há seis dias, o presidente da Agespisa, José Augusto Nunes, assegurou que técnicos da companhia estão trabalhando para garantir o retorno do abastecimento. 

Em entrevista ao Jornal do Piauí, José Augusto Nunes comentou também que a empresa tem colocado na rua equipes de corte, numa tentativa de conscientizar os consumidores para o pagamento em dia das faturas. 

Sobre o protesto, o presidente da Agespisa disse que foi feito um levantamento topográfico do Parque Vitória. Porém, a área não é regularizada. Por isso, a Agespisa não pode implementar o abastecimento. "Autorizamos um trabalho topográfico na área e estamos aguardando a regularização da área junto com a prefeitura", disse.

Já sobre as denúncias feitas por moradores de que a Agespisa estaria praticando "agiotagem" na cobrança de valores devidos, o presidente afirmou que as afirmações são fruto do "desespero" e lembra que em dezembrou foi feito um programa de parcelamento para inadimplentes. Mas apenas 4,5% dos consumidores compareceram e estão pagando suas dívidas. 

José Augusto Nunes ressalta que o setor comercial da companhia está aberto diariamente para receber os consumidores que queiram negociar para regularizar sua situação. 

Durante a entrevista no Jornal do Piauí, moradores de Teresina se manifestaram reclamando de falta d'água em alguns bairros, como Piçarreira, Parque Brasil e Jacinta Andrade. O presidente reconheceu a existência de problemas localizados, mas lembrou que a obra da Estação de Tratamento da Santa Maria da Codipi deverá resolver o problema da zona norte, melhorando também o fluxo do abastecimento para o restante da cidade.

Leilane Nunes
[email protected]

Imprimir