Cidadeverde.com
Últimas

Começa amanhã (12) o Encontro Regional de Ensino de Astronomia em Teresina

Imprimir

Teresina vai sediar pela segunda vez o 55º Encontro Regional de Ensino de Astronomia (EREA). O evento, que acontecerá entre os dias 12 e 14 de novembro no Centro de Formação Professor Odilon Nunes, é organizado pela Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Teresina.

A programação contará com palestras de especialistas e oficinas com atividades lúdicas, como, por exemplo, construção de foguetes de garrafa pet e comparação dos tamanhos dos planetas e do Sol usando materiais de baixo custo. 

Ainda haverá observação celeste com uso de telescópios e sessões, para alunos e professores, com o planetário digital, que a OBA comprou graças às doações recebidas por meio de um site de apoio coletivo, numa campanha realizada no início desse ano.
 
Segundo Francisca Regina, coordenadora regional local do EREA e professora de astronomia do programa Cidade Olímpica Educacional, o encontro irá proporcionar aos educadores da região uma qualificação em ensino de astronomia.
 
"Além de motivar os professores e os alunos a participarem da olimpíada, o EREA permitirá um intercâmbio maior de conhecimento sobre a astronomia, provendo dados atualizados que não se encontram nos livros didáticos", explica.
 
Para o astrônomo Dr. João Canalle, coordenador nacional da OBA, a iniciativa tem como missão debater e compartilhar práticas pedagógicas voltadas ao ensino da Astronomia e divulgar o valor dessa ciência em âmbito regional. “Queremos ainda realizar uma integração entre educadores, pesquisadores, estudantes e astrônomos”, destaca.
 
Iniciado em 2009, o EREA é uma importante ferramenta para a divulgação da astronomia no Brasil. Através do evento, quase 6 mil educadores, em diversas cidades do país, tiveram acesso a informações atualizadas sobre a astronomia, além de aprenderem a desenvolver métodos lúdicos para despertar o interesse dos alunos em sala de aula.
 
Os encontros são promovidos pela OBA durante todo o ano, com parcerias locais e principalmente com recursos obtidos junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e ao Instituto Nacional de Estudos Espaciais (INespaço).

Da Redação
[email protected]

Imprimir