Cidadeverde.com
Destaques da TV/Rádio

Notícia da Manhã: Exames de DNA identificarão corpos de 4 vítimas de acidente na BR 316

Imprimir

No Notícia da Manhã, desta terça(16), o diretor do Instituto de Medicina Legal, Antônio Nunes, concedeu entrevista e falou sobre a identificação dos corpos das vítimas do acidente na BR 316, ocorrido nesta segunda(15), em Monsenhor Gil.

Segundo ele, o órgão recorrerá a exames de DNA para identificar quatro dos sete mortos. Os corpos ainda não liberados são de dois homens e de duas mulheres."Talvez a gente libere um dos homens hoje. Mas as outras três pessoas terão que ser identificadas através de exame de DNA", disse.

Uma das vítimas ainda não identificadas pode ser Flaviana da Silva Sousa, de 35 anos, que teria embarcado em Floriano no ônibus envolvido no acidente com um caminhão tanque. "Às 6h, ela mandou uma mensagem para o filho dela dizendo que estava em Floriano. Até agora ela nunca chegou, nem deu notícias", conta Suderlan de Sousa, primo de Flaviana, que foi ao IML ainda na noite de segunda-feira em busca de informações.

Wilton da Silva Abreu, que teria jogado a filha Vitória de Souza Abreu pela janela para salvá-la das chamas, é outra vítima que está entre os corpos ainda não identificados, segundo o diretor IML. "Ainda há algumas coisas para observar, porque tem gente que entra e gente que sai. Além disso, há alguns corpos que estavam soltos e a gente teve que juntar", comentou o perito.

Segundo a lista de passageiros divulgada pela empresa proprietária do ônibus, os outros dois corpos devem ser de José Bezerra Neto e Vanderleia Alves Feitosa.

Antônio Rodrigues dos Santos, motorista do ônibus; Xeivan Viana de Sousa, motorista do caminhão, e a criança Rian de Sousa Santos, filho do Francisco do Espírito Santo, que está internado no HUT, são os três identificados até o momento. O Antônio Rodrigues só foi identificado porque usava uma corrente com as iniciais do nome da esposa na hora do acidente.

Com informações da TV Cidade Verde
 

Imprimir