Cidadeverde.com
Destaques da TV/Rádio

Jornal do Piauí repercute caso do bebê encontrado em um saco

Imprimir

O Jornal do Piauí desta segunda(5) repercutiu o caso do recém-nascido encontrado no sábado(3) pela manhã, dentro de um saco plástico, num matagal do bairro Piçarreira, zona Leste de Teresina.

Amadeu Campos recebeu nos estúdios o conselheiro tutelar Djan Moreira, que informou sobre o estado de saúde do bebê.

Segundo Djan, a criança passa bem e deve ter alta nesta terça(6). Ele disse que a equipe médica aguarda os resultados de alguns exames e outros ainda serão feitos.

Durante a entrevista, o conselheiro ainda informou que a mãe responderá por crime de abandono de incapaz, que prevê uma pena de seis meses a dois anos de detenção. Mas para ele, a pena deve ser maior, devido a gravidade do ato.

Djan Moreira disse que a mãe, ainda não identificada, não estaria cometendo nenhum crime se quando grávida ou mesmo depois de ter dado à luz, manifestasse o desejo de colocar o bebê para adoção, ao invés de abandoná-la. "Ela preferiu descartar a criança, que poderia ter sido devorada por um cão ou um porco", falou.

Ainda durante a entrevista, Amadeu Campos fez uma breve enquete com as pessoas presentes no estúdio para escolher o melhor nome para o recém-nascido. Até o momento ele recebeu muitos nomes, entre eles, João Batista, que foi o mais votado na TV, inclusive com o voto do conselheiro, que justificou a preferência por ser o mesmo nome do médico que primeiro atendeu o recém-nascido.

Após a alta, a criança deve seguir para uma casa de acolhimento e ficar à disposição da Justiça para adoção.

O caso comoveu a população e o número de pessoas interessadas em adotar o recém-nascido é grande. Além disso, várias pessoas estão indo à maternidade Evangelina Rosa com presentes e donativos para o bebê.

Marcelo Lopes
marcelolopes@cidadeverde.com

Imprimir