Cidadeverde.com
Esporte

Libertadores: He-Man classifica Inter e Cruzeiro dá vexame no Mineirão

Imprimir

A noite desta quarta-feira começou muito bem para os brasileiros com a classificação heroica do Internacional sobre o Santa Fé, mas terminou com o vexame do Cruzeiro, que foi goleado pelo River Plate em pleno Mineirão e deu adeus a Copa Libertadores. Inter, Tigres-MEX e River estão garantidos na semifinal e o último classificado vai sair do confronto entre Racing-ARG e Guaraní-PAR nesta quinta.

Com um gol do contestado Rafael Moura aos 42 minutos do segundo tempo, o Internacional venceu o Santa Fé-COL, por 2 a 0, no Beira-Rio e garantiu a classificação. Na ida, os colombianos haviam vencido por 1 a 0. Agora, na semifinal, o Colorado vai ter pela frente o Tigres-MEX, que eliminou o Emelec-EQU na última terça. Cria do Inter, o atacante Rafael Sóbis é um dos principais jogadores do time mexicano e vai reencontrar seu ex-clube.

A vitória por 1 a 0 em pleno Monumental de Nuñez na semana passada de nada adiantou para o Cruzeiro, que entrou em campo muito apático e foi totalmente dominado pelo River Plate. Com a vitória por 3 a 0, o Millonários carimbou o passaporte à semifinal e frustrou os torcedores presentes no Mineirão. Na semi, o River faz o clássico argentino contra o River ou encara o Guaraní, algoz do Corinthians e apontado como o azarão dessa Libertadores.

QUE FEIO

Em uma noite irreconhecível, o Cruzeiro foi presa fácil para o River Plate e deu adeus a Copa Libertadores, decepcionando os 55 mil torcedores presentes no Mineirão. Logo aos dois minutos, Willian perdeu uma grande chance na entrada da área. Depois disso, só deu Millonários. Aos 19, Carlos Sánchez abriu o placar em um contra-ataque e Maidana ampliou no último lance, de cabeça.

Os jogadores celestes desceram para o vestiário debaixo de muitas vaias, mas os torcedores ainda acreditavam em um milagre, já que precisava de dois gols para se classificar. O balde de água fria veio aos seis minutos do segundo tempo, quando Gutiérrez passou por Bruno Rodrigo e finalizou no canto de Fábio.

HAJA CORAÇÃO!

Empurrado por quase 45 mil pessoas, o Internacional precisou de apenas dois minutos para abrir o placar no Beira-Rio. Após cobrança de escanteio, Sasha desviou e a bola ficou viva dentro da área até encontrar a cabeça do experiente zagueiro Juan, que empurrou para o fundo das redes. Quem esperava uma goleada colorada se enganou, tanto que o Santa Fé quase empatou em duas oportunidades.

Na etapa final, o Inter voltou pressionando e assustou em chutes de Lisandro López e D'Alessandro. A torcida inflamou depois que Mosquera cometeu falta em Nilmar, recebeu o segundo amarelo e deixou o Santa Fé com um a menos. Aí foi que o jogo virou um ataque contra defesa. Quando parecia que os colombianos iriam segurar o empate, brilhou a estrela de Diego Aguirre. O treinador colocou o contestado Rafael Moura aos 40 e, dois minutos depois, o atacante completou cruzamento de cabeça. Aliviada, a torcida colorada fez a festa nas arquibancadas do Beira-Rio até o apito final do árbitro.

CONTINUA

O último semifinalista da Libertadores será conhecido nesta quinta-feira, quando Racing-ARG e Guaraní-PAR se enfrentam no Estádio Presidente Perón, em Avellaneda, às 21 horas (horário de Brasília). Depois de perder por 1 a 0 no Defensores Del Chaco, a Acade precisa vencer por dois ou mais gols de vantagem para se classificar. Os paraguaios, que já surpreenderam o Corinthians, jogam pelo empate.


Fonte: Futebol do Interior

Imprimir