Cidadeverde.com
Geral

Caminhão com carvão ilegal é preso e multado em R$15 mil

Imprimir
Em uma ação da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí-SEMAR, com o apoio do IBAMA e da Companhia de Policiamento Ambiental(CIPAMA), foi realizada uma fiscalização no município de Pau D?arco com apreensão de equipamentos que estavam sendo utilizados para retirada de árvores naquela região. A denúncia chegou junto à SEMAR no último dia 30 de julho.


De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, professor Dalton Macambira, equipamentos como motoserra que necessitam de licença para ser utilizada, estava sendo usada para retirada de árvores nativas da região, dentre elas: Jatobá, Candeia e Gonçalo Alves. ?Não houve resistência do pessoal que estava trabalhando na retirada dessas árvores. A madeira seria utilizada em uma serraria de propriedade do dono do caminhão que estava fazendo o transporte. Duas pessoas foram encaminhadas junto a delegacia do município, onde tiveram seus nomes registrados e ficaram cientes do crime que estava cometendo e das multas que recebiam?, ressaltou Dalton Macambira. Cada  multa aplicada foi no valor de R$ 1.000,00, mais apreensão da madeira, caminhão e equipamentos. Só motoserras já são cinco (05) apreendidas e confiscadas pela SEMAR.

Após os fiscais concluírem o trabalho no município de Pau D?arco, se depararam com mais um crime ambiental. Desta vez, na localidade Águas Belas. Um caminhão ?toco? estava lotado de carvão que seria comercializado. Sem licença ambiental, o proprietário do carvão e o motorista do caminhão foram encaminhados para a Delegacia de Pau D?arco, tendo os seus registros feitos pela Polícia Ambiental, aplicação de multa no valor de R$ 15 mil. Tanto o caminhão como o carvão apreendidos encontram-se no IBAMA.
 


Ainda segundo o secretário Dalton Macambira, é grande o número de denúncias que chegam à SEMAR dando conta de crimes ambientais. Ele informa que a fiscalização está rigorosa. ?No caso de carvoarias, desmatamento ilegal, estamos fazendo um levantamento. Mas queremos deixar claro que o desmatamento ilegal e a produção de carvão sem o devido licenciamento ambiental serão duramente punidos na forma da Lei', acrescenta.
 
Ação em parceria com a Polícia Militar Ambiental
 
Com o apoio de policiais os fiscais da SEMAR entraramm na mata para verificar a existência de fornos ilegais para queima de carvão, na região apontada pelas denúncias que chegam junto ao órgão. Recentemente foi descoberto um acampamento na região de Inhuma. O local era utilizado para a prática do crime ambiental, com toda a estrutura montada com a finalidade da queima da madeira. Fornos achados na área medem cerca de quatro metros de altura.  O local foi isolado, os trabalhadores encaminhados para a delegacia, os proprietários multados e os equipamentos apreendidos.
 
Da redação com informações da assessoria
Tags:
Imprimir