Cidadeverde.com
Últimas

Lagoas transbordam e deixam artesãos sem argila no polo cerâmico

Imprimir
  • polo01.jpg Reprodução / TV Cidade Verde
  • polo02.jpg Reprodução / TV Cidade Verde
  • polo03.jpg Reprodução / TV Cidade Verde
  • polo04.jpg Reprodução / TV Cidade Verde
  • polo05.jpg Reprodução / TV Cidade Verde

Artesãos do polo cerâmico do bairro Poti Velho, zona Norte de Teresina (PI), estão sofrendo com as chuvas de janeiro. As lagoas de onde os mesmos obtêm argila para seus trabalhos transbordaram. Sem o produto, famílias temem ficar sem renda durante o período chuvoso. 

A região conta com mais de 50 lojas e cerca de 60 mil peças são feitas por ano, desde potes e outros objetos de decoração. 

Raimunda Teixeira, presidente da cooperativa dos artesãos, informou que já está sendo testada uma outra argila, encontrada na Cerâmica Cil, zona Sul. "Estamos fazendo a análise para ver se dá certo, para ficarmos comprando nesse período. Se faltar aqui, podemos ter essa segunda opção."

O problema é que se nem todos os artesãos guardaram argila antes do período chuvoso, muitos também não contam com recursos para atravessar a cidade e adquirir o produto. 

O secretário municipal de economia solidária, Olavo Braz, informou que já pediu providências, para que bombas sejam usadas na região, dando maior vazão às águas das áreas inundadas. "Baixando o nível das águas, a argila deve fluir naturalmente", completou.

reportagem de Solange Sousa  (TV Cidade Verde)
Fábio Lima (Da Redação)
redacao@cidadeverde.com

Imprimir