Cidadeverde.com
Últimas

Sílvio Mendes e major Avelar se confrontam no debate

Imprimir
Tecle F5 ou clique aqui para atualizar
14h56 Amadeu Campos encerra o debate na TV Cidade Verde
Quero agradecer e reafirmar: o prefeito Sílvio Mendes não aguentou a pressão. Ele mostrou sua verdadeira face, um homem arrogante, pretencioso, caiu na minha armadilha. Pessoal do PHS havia assiando documento que saia com a gente, e de repente eles estão com o PSDB. Estranho isso. Mas nós vamos ter tempo de esclarecer toda essa história.
Obrigado a você que está em casa e nos ouviu, com paciência. Agradeço aos funcionários aqui da empresa. E dizer que o problema não é o candidato, mas sim o modelo que ele segue. Vote 50, o número da onça.
A gente vota em quem confia. Eu peço o julgamento da cidade, que avalie o que fizemos e o que podemos fazer. Política é preciso ser feita com a palavra e o compromisso. Obrigado pela paciência e pela oportunidade de discutir Teresina.
Queria agradecer aos colaboradores da nossa campanha. E dizer que vamos participar das eleições para mostrar essa farsa. Eles querem calar a nossa voz, mas não vamos desistir de mostrar essa podridão que é o capitalismo. Vote e lute com o PCO.
Quero agradecer a todos que acompanharam esse debate e pedir mais uma vez o seu voto, para como petista que sou, ao lado de Lula e Wellington, trazer esse projeto para Teresina. Nos dê essa oportunidade.
Quero agradecer o debate porque aqui se democratiza o espaço. Fico satisfeito hoje porque sei que a população que está nos assistindo está avaliando nossas propostas. Vamos nos colocar no segundo turno, eu quero ter um tempo igual.
Começam as considerações finais.
Uma coisa é parceria administrativa. Outra coisa é eleição, o projeto político que nos dá oportunidade de mudança na administração. É falta de ética quando nós utilizamos o adversário político para se beneficiar eleitoralmente. Esse tipo de jogo eu não faço.
Nós não somos contra o bolsa família, mas além dele é preciso um conjunto de obras estruturantes. Isso quer dizer que há uma grandissima possibilidade daquela pessoa que recebe o bolsa família continuar no mesmo patamar de pobreza.
Eu faço política, mas não faço nem por coveniência e nem de acordo com as circunstância. A capacidade de dialogar com os diversos partidos é o que temos de bom aqui em Teresina. Eu fui proibido pelo PT de agradecer ao presidente Lula, que é meu adversário político,  mas por quem eu tenho um grande respeito aqui em Teresina.
Eu faço parte de uma coligação de sete partidos, que apoiam o Governo Lula e Wellington. Por isso que é importante que você dê essa oportunidade. Você lembra que em 2006 você teve a oportunidade de votar no candidato do PT e no candidato da Prefeitura. É importante essa oportunidade que temos de alinhar com o projeto de Lula. É nisso que eu aposto, é essa renovação que eu represento.
Explique para a população qual é o Lula e o Wellington que lhe apoiam nessa campanha.
Alexis pergunta, Nazareno responde, Sílvio comenta.
Não é de hoje que nosso povo é mero coadjuvante nessas questões. Nosso povo é maltratado nas filas, justamente porque ele é iludido com promessas maquiadas, com política conta gotas.
Quero repetir: a saúde será prioridade número 1 na nossa gestão como prefeito. Você precisa saber que a principal responsabilidade do município de Teresina no sistema de saúde é na urgência e emergência, mas também na saúde básica. Desde o pré-natal até o mais idoso. Por isso proponho  consórcio da capital com o Estado.
A nossa defesa é a defesa dos trabalhadores da Saúde. Os agentes de saúde querem que o prefeito, porque o senhor não paga, seu prefeito? Os agentes de saúde? Cobriu um santo, tem que cobrir outro. Isso é pura demagogia. Eles querem se manter mamando as custas do recurso público.
Nós vamos criar o Saúde On Line, o que é o Saúde On Line? É respeito ao povo. Nós queremos que cada um conte sua história, para criar um banco de dados e colocar isso na Internet. A vida da pessoa estará disponibilizada na Internet. Precisamos criar um Laboratório Farmaceutico de Teresina, para fabricar medicamentos a baixo custo.
Gostaria que você colocasse suas propostas para a saúde se prefeito for.
Nazareno pergunta, Avelar responde, Lourdes comenta.
Não tenho nenhum fascínio pelo poder. A Prefeitura não tem oligarquia, lá eu não tenho parentes, a não ser o Felipe. Minha filha, que é servidora da Saúde, está lá por concurso público. Lá não tem secretário do PFL, mas tenho muitos amigos no PFL.
Sílvio Mendes ganha direito de resposta
Nós estamos passando por uma crise. Fazer proposta aqui é enganar. O dinheiro é desviado com mordomia, com sonegação. Cada um dos que estão representando aqui o Governo do Estado e o governo municipal não estão pensando na população, estão pensando em se perpetuar no poder.
Agradeço ao major Avelar porque mais uma vez Teresina pode perceber que o PCB é a alternativa. Eu vejo aqui a construção de um muro: R$ 11 mil. R$ 200 mil para pavimentar o Mafuá. Eu acho que deve estar havendo algum problema aqui, não é possível se gastar R$ 8 mil em alambrado, isso não é obra prioritária.
Quero aproveitar esse momento e dar uma resposta ao doutor Sílvio Mendes. Ele não aguentou a pressão, perdeu as estribeiras e mostrou sua verdadeira face. É arrogante, pretensioso, rancoroso. Vamos ter oportunidade de explicar essa situação mais na frente.
Tudo passará pela participação da população. Hoje os municípios não têm autonomia. Metade das riquezas que os trabalhadores produzem vai para pagamento da dívida. E o que nós vemos é uma farsa. A prefeitura beneficia empresários e finge que está fazendo orçamento popular.
Caso a senhora chegue à Prefeitura,  que tratamento daria para a questão das obras públicas?
Ismar pergunta, Lourdes responde, Avelar comenta
Essa questão da terra é de suma importância. O nosso município está virando um município de sítios. As pessoas estão sendo empurradas. E aproveito para fazer uma denúncia séria: as margens dos rios estão sendo tomadas por esses sítios. Basta sair em direção a zona norte.
A Justiça encobre os crimes dos poderosos. E a nossa pergunta é sobre a expropriação, que nós defendemos, não fazer o que o PT fez ao despejar essa família pobre ao comprar esse terreno na Santa Maria da Codipe.
Não é só bolsa família, uma coisa do Governo Lula abençoada por Deus, porque só quem passa fome sabe a importância do bolsa família. Esse governo que investiu nos assentamentos, ampliou a reforma agrária.
A nossa terra, tudo que é nosso tem que ter um valor social. Esse modelo capitalista selvagem tem que ser combatido
. Você não pode votar nesse modelo. Eles ficam falando, parece que estão brigando, mas a candidatura é a mesma. Defendo IPTU progressivo no tempo e no espaço.
Você defende a expropriação sem a idenização dos donos das terras?
Lordes pergunta, Alexis responde, Nazareno comenta.
Eu acho que aqui há um consenso e a população está observando calmamente que o PCB tem as propostas para melhorar Teresina. Chega de demagogia. Esse exemplo, abracem! Comecem a discutir isso no seu bairro. Quero caminhar pelas ruas e encontrar as pessoas batendo no meu ombro e dizendo: - Gostei da sua proposta.
Acho que todo o esforço que pode ser feito para se dar  oportunidade de trabalho e renda é bem vindo. Nós criamos a universidade do campo para melhorar a renda das famílias, temos 17 centros de produção na cidade com mais de 500 produtores, e agora estamos construíndo o Shopping da Cidade.
Nós temos que gerar uma cadeia produtiva. Essa era a intenção do cinturão verde, mas não funciona assim. Tem muitas possibilidades.
Eu agradeço pela pergunta. Por que não exportar cajuína para a China? Imagine a produção de cajuína em Teresina. Carambola, não sei se vocês sabem, mas uma bandeja em São Paulo custa R$ 12. Você que tem um pé de carambola na sua casa, vamos plantar carambola que é nossa e vamos exportar para os outros estados.
Eu gostaria de saber o que você pretende fazer para geração de emprego e renda em Teresina.
Sílvio pergunta, Ismar responde, Alexis comenta
Nós demos dinheiro para contruir várias escolas, não vou é dar dinheiro para você fazer sua campanha como voce me pediu. Isso seria incorreto, antiético e imoral. A prefeitura não tem relação promíscua com ninguém.
Eu queria saber quantas escolas daria para se construir com esse dinheiro. Eu queria saber o que se poderia fazer com todo esse dinheiro com essa ação desnecessária.
Pelo que eu pude perceber, eu estou aqui estupefato, porque se Teresina possui vários procuradores, porque se contratar de fora uma vez que o município já tem esse quadro. Eu neste momento estou aqui estarrecido.
Você quer falar sobre a ação que entramos contra o IBGE quando contratamos o advogado Alvaro Mota. Ele trabalhou por dois anos e ganhou menos que um deputado federal durante um ano. A pergunta é essa? Eu acho que sei onde você quer chegar.
Quandos procuradores tem a Prefeitura de Teresina, o que eles fazem, e se eles fizerm algum serviço para fora pra Prefeitura?
Avelar pergunta, Sílvio responde, Ismar comenta
14h11 Começa o quarto bloco. Candidato pergunta para candidato
14h07 Amadeu Campos encerra o terceiro bloco.
Tudo nosso será integrado. Nós compartilharemos soluções. A guarda municipal pode sim atuar no sentido de dar maior segurança.
Como deputado consegui colocar uma emenda de R$ 15 milhões para a segurança pública. Por isso é preciso mudar, é preciso avançar. Eu como prefeito quero ajudar a segurança pública, criando a guarda municipal, fortalecendo o policiamento comunitário, e ilumunar essa cidade. Tem escudirão na periferia, no Centro, e isso é um problema.
É engraçado perceber os aspectos de combinação a minha pessoa, a minha candidatura. O major e o deputado sabem muito bem, ou deveria saber, que segurança pública vai muito mais além do que a questão policial. Não é culpa da polícia, é culpa da falta de estrutura. Segurança pública nós fazemos quando damos moraria, escola, esporte.
É falácia essa história de que a guarda municipal não tem importância. Nós vamos construir postos nos bairros de Teresina. O povo não terá apenas a sensação de segurança, terá a segurança definitiva. Eu acho que a Prefeitura tem a maioria na Câmara, mas não está cuidando bem da capital. Não adianta vir aqui com falácia.
Que proposta o senhor trás para a segurança e que comentário o senhor faz sobre a situação atual?
Nazareno pergunta, Avelar responde, Sílvio comenta.
É por isso que eu peço o seu voto para ser prefeito de Teresina. Vou representar esse projeto de Lula no Brasil e Wellington no Piauí. Hoje a classe média é maioria, porque esse projeto que mudou o Brasil, com o meu apoio como deputado federal, transformou o país e vai mudar Teresina.
Isso que nós temos é um palanque velho. Nós precisamos é de um novo gás. As raposas do PFL estão coligadas com o PSDB municipal. Eles têm a maioria na Câmara, mas não aprovam projetos que promovam mudanças, que façam Teresina ser uma cidade grande.

Eu me sinto à vontade para falar sobre isso porque sou o novo, o novo é o PCB. Conheço as oligarquias, conheço a história do nosso país. Realmente o PCB é a alternativa, muito obrigado pelos comentários.

Nós temos na Prefeitura há muito tempo o mesmo modelo. A nossa capital ficou na lanterna das capitais do nordeste. Você que encontrou comigo nessas caminhadas mostrou o interesse por mudança. Agora nós temos o desejo de levar esse projeto para Teresina. O nosso lado é o de Lula e o de Wellington. O da Prefeitura é o das oligarquias que tentam se renovar.
Como fazer para termos uma alternancia de poder em Teresina?
Avelar pergunta, Nazareno responde, Ismar comenta.
Eu citei sim a questão da cultura, e porque não falar do esporte. O povo de Teresina precisa de mais apoio. Dos R$ 800 milhões que Teresina arrecada, só investe R$ 100 milhões.
Professor, a pergunta foi sobre cultura, não sobre esporte. Nós apoiamos todas as manifestações culturais da nossa cidade. Nós mantemos a Escola de Música da Universidade Federal. Portanto, a cidade canta, e canta bonito.
O esporte, a arte e a educação andam juntos. Temos o exemplo agora de Sarah Menezes que cresceu e no início não teve nenhum apoio. Agora os dois candidatos posaram de bonzinhos ao lado dela. Teresina não tem uma pista de atletismo, as quadras cobertas se contam nos dedos da mão. Tudo é balela, os candidatos ficam a enganar a população.
Falta uma política que valorize a capacidade do teresinense de produzir. Recentemente um time de basquete em Teresina teve que ser fechado por falta de apoio. Nós sabemos que Cuba é um celeiro de talentos no esporte. Eu gostaria que todos os candidatos se comprometessem com isso, incentivar os nossos jovens para que eles despertem para o esporte e cultura com o apoio do poder público.
Qual seria a sua política para a cultura da cidade de Teresina?
Sílvio pergunta, Ismar responde, Lourdes comenta.
A saída do transporte público também é a conclusão das obras do Metrô. O PCO não pode fazer propostas longíquas difíceis de serem cumpridas. Os recursos públicos deveriam ser administrados pela própria população e acabar as obras inacabadas.
O PCB foi o primeiro partido a levantar essa bandeira, e o candidato Sílvio chegou a chamar isso de demagogia. Se não tem dinheiro para bancar os transportes, como é que queria há algum tempo comandar a questão da água?
A prefeitura promete há anos fazer licitação e não faz. Por que o empresário tem que ganhar todo o dinheiro do mundo. Tem que se colocar limites para o empresário.
O meio para Teresina é a municipalização do trasnporte público, com ar-condicionado. O problema é que a Prefeitura mantém um laço forte com os empresários. Defendo o passe livre para os estudantes e o fim do pagamento da carteira e daquele cartãozinho, que é para dar dinheiro ao Setut.
Pergunto o que ela acha do sistema de transporte público e se ela abraça nossa proposta de criação de uma empresa pública de transporte em Teresina.
Ismar pergunta, Lourdes responde, Alexis comenta
Nós temos propostas para valorização dos servidores do município. Vamos fazer concurso público e vamos da aumento real no salário.
Como pode uma Prefeitura dar recursos públicos para empresas parasitas. É preciso que se abra uma investigação para essas empresas parasitas que fazem essa terceirização do serviço público;
Mais importante do que eu estou dizendo, é o que você enxerga, é o que você sente. Teresina é uma cidade bonita, uma cidade planejada. As coisas em Teresina são feitas a conta gotas. Num ano eles fazem uma rua, no outro ano botam uma mão de cal, e no outro fazem uma pequena reforma no local.
Qualquer desvio de dinheiro público é responsável pela marginalidade e a falta de avanço do nosso povo. Tudo para o armazém e nada para as nossas pessoas. É plano do município privatizar a educação! A grande luta é lutar contra esse modelo neoliberal. O Armazém é o objeto daquilo que é tudo.
É justo a prefeitura desviar recursos públicos para essas fundações?
Lourdes pergunta, Alexis responde, Avelar comenta.
É preciso manter a serenidade. Não precisa bater na mesa. Denuncie as pessoas que vamos investigar. Mas você falta com a verdade quando diz que fui financiado por plano de saúde.
Sílvio, nos respeite, nós que moramos aqui!! Quantas pessoas ficam penando em volta dessa cidade. A dona Marilene, indignada, pergunta: Cadê o formulário azul? Por causa disso ela foi a um posto particular para conseguir um remédio. Você foi financiado na campanha anterior pelos planos de saúde pagos. É por isso que a saúde não presta.
Volto a enfatizar a importância da saúde na gestão de Teresina. Nessa prioridade número 1 que estou colocando. Você está percebendo a insuficiência da atual gestão, esse descaso que você percebe no seu bairro para com a saúde de Teresina.
O candidato Alexis conhece bem a saúde porque foi conselheiro. Eu queria só lembrar ao Alexis aquelas filar imorais que existiam na praça João Luís Ferreira para marcar consulta, nós resolvemos esse problema. Naquela época não se conseguia fazer exame de laboratório. Hoje só a prefeitura faz mais de seis mil exames por mês.
Como você se sente, a sua consciência, diante das pessoas que morreram por dengue hemorrárica por falta de médicos nos hospitais?
Alexis pergunta, Sílvio responde, Nazareno comenta.
13h30 Recomeça o debate. No terceiro bloco, candidatos farão pergunta com tema livre.
12h56 Amadeu encerra o segundo bloco e abre espaço para o horário eleitoral gratuito
Eu não vou polemizar, eu não citei nomes. Mas major, acho que podemos fazer tudo isso que vocês fizeram, criticar a sociedade com seriedade, respeitando a dor das pessoas. A desigualdade social na nossa cidade é gritante.
Ismar ganha direito de resposta
Eu acho que o Ismar está voando. Não confunda você ter talento com falta de seriedade. Toda Teresina conhece o Quem-Quem e sabe que ele é uma pessoa que tem propostas.
As eleições em Teresina se transformaram em um palco, um picadeiro. Isso não é ético, isso é ruim para Teresina. Por isso a minha candidatura, nossa campanha é muito tímida do ponto de vista financeiro, mas as pessoas estão acreditando nas nossas propostas, pela seriedade que o PCB tem com Teresina.
Se o candidato Ismar fosse tão sério, tão ético, não teria dito que foi o único candidato a não ter pedido de impugnação. Se ele visse bem, meu pedido foi feito por engano da promotoria. Vamos dar utilidade ao Lindolfo Monteiro, ao Albertão, ao Pato Preto, vamos fazer torneios nacionais e até internacionais, para trazer turistas.
Isso está atrelado ao nosso projeto de educação. Uma criança em tempo integral na escola, pense na tranqüilidade que você vai ter. Ele estuda pela manhã, e à tarde ele vai desenvolver uma atividade artística e esportiva. E eles vão desenvolver esses talentos, e teremos menos crianças nas ruas. Os nossos grandes atletas quando se destacam vão para onde? Para fora do país. Não há uma política séria para cuidar do esporte.
Ismar Tavares responde, Avelar comenta. Douglas Cordeiro pergunta: de que forma você pretende trabalhar os talentos de Teresina no esporte e cultura?

 A burgueria defende sempre que o trabalhador ganhe pouco. Nós defendemos é um salário mínimo de R$ 2.500 para o trabalhador.

Teresina não tem empregos porque não tem indústrias. A verdadeira indústria de Teresina é a das multas de Trânsito. Com a loteria de Teresina, vamos ter dinheiro. Vamos botar tratores para rasgar a zona rural. Vamos criar a guarda municipal, ter um mini quartel nos bairros de Teresina.
A gente defende a redução da jornada de trabalho para 35 horas semanais sem redução de trabalho, a expropriação dos terrenos de especulação, saneamento básico, creches, e isso abrirá vários pontos de emprego. A Prefeitura de Teresina está cheia de pessoas beneficiadas com o bilhetinho. Defendemos o concurso público.
E tem, Amadeu, esse horror de desempregado em Teresina? Pelas pesquisas, eu não estou vendo essa satisfação do povo. É só conversa, nhen-nhen-nhem... Com a loteria de Teresina nós vamos ter recursos, vamos investir em trabalho e gerar renda. Fica um falando  mal do outro e não se resolve nada. O que a gente vê é muita gente juntando dinheiro e o pobre juntando contas.
Avelar responderá sobre empregos, Lourdes comenta. Yala Sena pergunta: qual sua proposta para gerar empregos aos jovens?
(risos) Nessa eleiçãada um diz o que quer. Eu posso mandar para o senhor o plano diretor do sistema viário de transporte. Nós sabemos quais são os problemas, precisamos de ajuda. Nós buscamos ajuda em qualquer lugar, toda ajuda para Teresina é bem vida. A cidade tem diagnóstico, ela está pensada para os próximos 30 anos.
É importante ver como falta até humildade em reconhecer os erros da gestão. As paradas de ônibus depõem contra qualquer planejamento dessa cidade. Avenidas construidas recentemente não tem ciclovia.
Nós temos a terceira maior rede de ciclovias do Brasil, nós temos sim vários projetos. Nós temos um plano diretor, e nós temos uma responsabilidade com a cidade. A ponta vai ser concluída com ajuda do governador, que com bom senso, que o senhor não parece ter, vai ajudar a concluir.
Faltou planejamento para o transporte da capital. Nós queremos implantar o sistema de integração, o bilhete único, isso já é comum em várias cidades do Brasil. É preciso construir viadutos na Frei Serafim. Se tivesse sido planejado, alguns já teriam sido construídos. É preciso construir mais pontes sobre o rio Poty. Eu mesmo, como deputado, destinei recursos para uma dessas pontes. É preciso alargar a ponte da Frei Serafim, a quanto tempo isso poderia ter sido feito.
Nazareno responderá sobre Transporte, Sílvio comenta. Qual o projeto para resolver os problemas de transporte da capital?
Quando você escolhe um candidato é diferente de conseguir um time de futebol para torcer. A prestação de contas, veja a página 34, vocês vão ver que ela coloca como obra concluídas elaboração de projetos. E aqui também valores exorbitantes. A realocação de recursos é preciso para se dar prioridade às obras que se precisa fazer.
Até a torre que constroem na ponte está do lado dos ricos. Se botassem do outro lado as pessoas iriam ver o Morro da Esperança. Não há escoamento para a água das chuvas. Imagine dejetos humanos como estão entrando nos nossos rios.
Aquela ponte orçada em R$ 40 milhões poderia ser uma ponte semelhante a da Frei Serafim, custaria R$ 15 milhões. A Prefeitura de Teresina tem uma prestação de contas. Vou mostrar porque isso é um tiro no pé da prefeitura.
Teresina é um município que completamente abandonou sua zona rural. Por isso nós queremos ser prefeito para o povo. E nós só vamos conseguir fazer isso quando resolvermos os problemas dos sem-terra.
Alexis responderá pergunta de Infra-Estrutura, Ismar Tavares comenta. Nadja Rodrigues pergunta: Teresina inchou nos últimos anos. Estão contemplados nos planos de governo formas de conseguir recursos?
Volto a dizer: saúde precisa ser prioridade número 1. Nós não vamos escamotear. A cidade quando chove fica toda encharcada, e isso contribui para a epidemia de dengue. Por que ela fica encharcada? Porque não se planejou o saneamento básico. Não basta ter só os hospitais, o PFS, é preciso cuidar de todos os aspectos da Saúde. Eu como gestor da saúde fiz muitas mudanças.
Eu aceito as críticas do deputado de uma gestão que fez muito mais do que quando ele teve a oportunidade de ser secretário de Saúde. Eu insisto, é importante e é fácil combater. As prefeituras do PT, como em Fortaleza e Recife, tiveram muito mais casos do que aqui.
A gente percebe na resposta do candidato que Teresina fez pouco para combater a dengue. O Estado colaborou, e é dever dele fazer isso. Mas fez pouco porque teve muito tempo para governar Teresina e não cuidou do saneamento. A cidade de Teresina tem muito lixo. É importante a saúde como um todo. Por isso que eu digo: saúde no nosso governo será prioridade.
É uma luta grande, o Brasil gasta muito dinheiro com uma doença que poderia ser evitada. E o Piauí conseguiu combater em Teresina e no interior. Teresina tem mais de 12 mil terrenos baldios, onde algumas pessoas ainda insistem em jogar lixo. É um combate que tem que ser persistente, principalmente com orientação para a população. Não é tão difícil combater.
Sílvio responde sobre Saúde, Nazareno comenta. Francisco Magalhães pergunta: como enfrentar a dengue de forma competente?

Alfabetizar o nosso povo é uma coisa realmente positiva, qual é o problema disso? O problema é que o PT não consegue implementar, o secretário de educação está sendo acusado é de roubo, de fraude. Por isso fui colocado para fora do Governo, porque nunca me vendi.

É preciso fazer uma revolução para mudar a educação. Nenhum candidato aqui aceitaria receber a miséria que é paga para os professores.
Querer as crianças na escola o dia inteiro com ativididades, isso é maravilhoso. Os teóricos da educação defendem isso. Mas em Teresina, onde se existe criança trabalhando para sobreviver... Queremos sim, mas temos que erradicar o trabalho infantil.
O que existe no momento é essa tentativa do Governo em transformar a escola em tempo integral, isso não vai atender os interesses dos alunos. O que nós queremos é escola com estrutura, só assim poderemos ter escola em tempo integral. O PSDB já fechou os escolões e vem aqui para enganar. Os professores são verdadeiros heróis. Ele transformou o salário dos professores em gratificações e com a aposentadoria os professores perderão.
Lourdes Melo responderá sobre educação, pergunta de Elivaldo Barbosa. Alexis Leite fará o comentário.
12h19 Começa o segundo bloco. Candidatos respondem perguntas de jornalistas e outro comenta.
12h17 Amadeu Campos encerra o primeiro bloco.
O Partido da Causa Operária não vem para a eleição para brincar. Nós entendemos que a redução da jornada de trabalho irá abrir mais postos de trabalho, e com o não pagamento da dívida externa vamos ter mais investimentos. Com relação à educação, nós vimos a Prefeitura mentir, fabricar dados. E nós defendemos a municipalização de todas as escolas privadas.
Sem saúde ninguém pode estudar, ninguém pode trabalhar. É claro que é importante o transporte, a busca pelo emprego. Mas o município de Teresina tem uma responsabilidade maior sobre a saúde do que a educação. Como prefeito quero essa oportunidade para colocar os hospitais do município para funcionar.
Nossa base será a educação. Demos um passo importante nessa qualificação do ensino fundamental com a construção de biblioteca e laboratórios de informática. Criamos a universidade do campo, para levar conhecimento ao homem do campo. Com certeza essas crianças e esses jovens farão melhor do que nós fazemos hoje.
O povo é o objetivo da nossa gestão. Vamos combater o nazismo, o "nazílio" hoje que divide a nossa cidade entre os ricos e os pobres. O objetivo principal é o nosso povo, a nossa população. E estou aqui para parabenizar os ferroviários, que estão nessa luta por melhores condições de trabalho.
O PCB resolve lançar a minha candidatura porque acha que é possível acreditar nessa mudança. Sou o único entre os candidatos em que o Ministério Público não pediu impugnação. E o eixo básico da nossa proposta é educação.
Criaremos a Lotete, loteria de Teresina, e com seus recursos vamos investir em projetos. Vamos criar a guarda municipal, vamos transformar Teresina em um celeiro de atletas.
A primeira pergunta é: Qual será sua prioridade como prefeito de Teresina.
 
A coluna Porteira também acompanha o debate de Teresina. Clique e confira!
12h
Amadeu Campos inicia o debate, apresenta os candidatos, e explica as regras
 
Acompanhe a partir de 12h o debate entre os candidatos a prefeito de Teresina
 

Eleições 2008 - Teresina

Nazareno Fonteles (PT)
Major Avelar (PSL)
Ismar Tavares (PCB)
Alexis Leite (PSOL)
Sílvio Mendes (PSDB)
  Lourdes Melo (PCO)
Tags:
Imprimir