Cidadeverde.com
Política

Senadora vai acionar justiça contra jornalista: 'É preconceito'

Imprimir

A senadora Regina Sousa (PT) considerou as declarações da jornalista da Veja.com, Joyce Hasselmann, contra ela racistas e “de preconceito puro”. Nesta quarta-feira (31) ela falou ao Cidadeverde.com e disse que vai tomar as providências necessárias com sua assessoria jurídica, mas somente depois que o processo de impeachment chegar ao fim.

Um vídeo selfie foi gravado pela jornalista no Senado enquanto Regina Sousa discursava, no qual afirmava que a senadora é “semi-analfabeta”, "uma criatura cretina” e a chama de “anta", que só fala “asneiras”, dentre outras declarações que podem ser consideras crime contra honra, como injúria.

“Eu já soube que ela rouba texto de jornalistas e assina, que tem vários processos nas costas por causa disso e o pessoal das nossas lideranças já está tomando as providências. Eu pensei que sói existisse o Danilo Gentili, mas tem mais por aí. Eu estou descobrindo um país racista, preconceituoso, porque não tem outra explicação que não seja isso. Eu tenho certeza de que eu não falo bobagem no Senado", disse.

E completou: "As lideranças estão vendo com a assessoria. Os advogados estão muito ocupados com a questão do impeachment. Ela não mexeu só comigo, mexeu com a Fátima Bezerra, com Paulo Rocha, justamente os mais pobres, os que vêm de movimento sindical. Foi preconceito puro. Então a gente vai tomar providências, agora essa semana a gente está sem força para isso, não dá. Vamos dar uma esfriada de cabeça e depois a gente vai sentar com os advogados aqui na liderança”.

Em alguns trechos do vídeo de Joyce ela diz: “Tem uma criatura falando, que nem sei. É a senhora quem mesmo? Regina Sousa. A conhecida Regina Sousa que ninguém sabe quem é. É uma semi-analfabeta que está falando um monte de asneira. Uma coisa estúpida. Ela consegue ser pior que a Fátima Bezerra. Eu vou mostrar para você a semi-analfabeta aqui, falando. Dá uma olhadinha [...] Olha gente, que vergonha, que vergonha, como é que uma criatura cretina dessa se elege? Como é que alguém vota numa anta dessa. Olha o nível, como eu digo que é gentalha. Impossível você aprender a falar português né, senadora? [...] Não tem como não rir, não tem como não rir". 

 

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir