Cidadeverde.com
Geral

Uespi diz que estudantes já tinham audiência marcada para sexta-feira

Imprimir
Fotos: Yala Sena/Cidadeverde.com


O assessor de imprensa da Universidade Estadual do Piauí - Uespi -, Antônio Alencar, deu a versão da instituição para os protestos dos estudantes de Odontologia e Enfermagem do campi de Parnaíba, litoral do Estado. Segundo ele, os discentes sabiam antes mesmo de seguirem viagem que a reitora Valéria Madeira não poderia recebê-los nesta terça-feira (9), e agendou encontro com a professora para a sexta-feira (12).

Antonio disse que às 14h de ontem ficou sabendo que o grupo viria para Teresina, e entrou em contato com a presidente do Centro Acadêmico de Odontologia da Uespi/Parnaíba, Allane Samara Silva, informando da audiência marcada para sexta-feira, às 11h, e sugerindo que a viagem fosse adiada, já que por dados outros compromissos a reitora não poderia recebê-los. Os estudantes teriam discordado e mantido a viagem.



Um dos motivos para a audiência ter sido marcada apenas para sexta-feira, segundo Alencar, foi a pauta de reivindicações dos acadêmicos. Ele disse que a reitoria recebeu o documento no dia 2 de setembro, e no dia seguinte cada caso foi encaminhado para os setores competentes, com o objetivo de se fazer um levantamento dos pedidos. O assessor de imprensa informou que Valéria Madeira precisa estar ciente do que está acontecendo para poder anunciar medidas.

A Uespi adiantou que o levantamento está em fase de conclusão, e um dos itens pleiteados, como a instalação da clínica odontológica, já está sendo atendido. Dos equipamentos adquiridos, restam apenas quatro a serem entregues pela empresa que venceu a concorrência pública, segundo a universidade. Além disso, outra licitação para reforça do prédio, orçada em R$ 25 mil, já está sendo formulada.

Ainda com isso posto, os alunos seguem em protesto na reitoria, fechada pela polícia. Quatro deles reclamam que foram agredidos por PMs. Até o momento, também não há previsão de que eles sejam recebidos pela reitora.

Fábio Lima
[email protected]
Imprimir