Cidadeverde.com
Entretenimento

Fani engorda 15kg em 9 meses: 'Posso ser modelo plus size'

Imprimir

Há nove meses reclusa, Fani Pacheco passou por um drama que a fez ganhar muitos quilinhos. Em janeiro de 2016, a ex-BBB foi consumida por uma profunda tristeza, em decorrência da morte da mãe, ocorrida há dois anos, e acabou descontando tudo na comida. "Em nove meses, engordei 15kg", revela ela, que hoje pesa 80kg, distribuídos em 1,66cm de altura.

O retorno de Fani à mídia aconteceu há duas semanas, num reencontro que o EXTRA promoveu entre ela e os ex-companheiros de confinamento Diego Alemão e Íris Stefanelli, a Siri. Nas fotos ao lado dos amigos, a dona do bordão "Uh-hu, Nova Iguaçu!" chamou a atenção do público por estar mais cheinha. Ela, que acompanhou toda essa repercussão através dos comentários nas redes sociais, resolveu, então, abrir o coração e relatar o drama que viveu.

"Emendei a morte da minha mãe trabalhando muito na TV. Nos primeiros meses, eu fiquei triste, mas não parei de trabalhar. Até que chegou uma hora que eu comecei a chorar o dia inteiro, todos os dias. Procurei o meu psiquiatra, achando que era depressão, e ele disse que eu estava com tristeza, que, na verdade, era o luto pela a morte da minha mãe", revela.

Fani conta que parou de trabalhar, deixou de frequentar a academia e mandou a dieta para o espaço, comendo "uma barra grande de chocolate por dia". A volta por cima da ex-BBB, atualmente com 34 anos, aconteceu após ela ser aconselhada por um psiquiatra a fazer terapia.
"Tomo antidepressivo desde os 22 anos, então, não podia ser depressão. Fiz três meses de terapia, até que a terapeuta me disse que eu era muito cética, que eu não havia vivido o luto e me aconselhou a voltar ao cemitério onde minha mãe foi enterrada. Eu fui, chorei, rezei... três dias depois, em novembro, eu acordei muito feliz, com vontade de fazer um monte de coisas. E pensei: 'Caraca! Que milagre da psicologia! Era só eu ter ido ao cemitério antes (risos)".

'Meu bumbum ficou gigante'

Fani relata que pulou do manequim 38 para o 42 e que passou a usar roupas do tamanho G. Ela diz ainda que o que mais "cresceu" foi o bumbum. "A minha bunda ficou gigante. Meu noivo (Leandro) acha que eu estou bonita, porque a minha bunda está enorme (risos)", entrega.
Aos, poucos, ela vem retomando a rotina de antes. Fani voltou a frequentar a academia e já perdeu 1 kg nesse processo. Ela quer voltar aos 65kg. A ex-BBB, no entanto, diz que aceita o seu momento.

"A sociedade, em geral, tem a expectiva que a gente tem sempre que estar perfeita, com o corpo da moda, fitness... E as pessoas esquecem que nós somos seres humanos também. E que quando a nossa cabeça não está boa, isso reflete no nosso corpo. Como eu vivi um luto, acabei comendo mais, e não é por isso, por eu estar mais gordinha, que eu sou feia. Para uma mulher normal, que não vive da mídia, eu poderia me dar o luxo de ficar gordinha. Eu só não estou tão bonita quanto antes dentro de um padrão de beleza da sociedade. Posso até ser uma modelo plus size".


Fonte: Extra 

Imprimir