Cidadeverde.com
Entretenimento

Zilu revela paixão secreta por cantor sertanejo

Imprimir

Zilu concedeu uma entrevista à televisão e revelou term uma paixão secreta por um cantor sertanejo. "Ele tem muito a ver comigo. Dizem que não dá certo [um relacionamento com] pessoas que são muito parecidas. Eu acho que só dá certo as pessoas que são iguais", disse ela, sem revelar o nome dele.

A ex do Zezé deu poucos detalhes sobre o novo amor: "Ele é mais novo que eu. Tem filhos. Não é casado, é separado. Não canta solo", afirmou, contando que o sertanejo não sabe de seu interesse por ele. "Eu fiz um voto com Deus: se for para acontecer, vai acontecer".

Relacionamentos
"Fiquei dois anos sem realmente ninguém. O primeiro namorado que tive foi realmente quando pedi o divórcio. Foi uma confusão", disse ela, que assumiu o namoro com o sertanejo Zé Henrique, com quem ficou por três meses, após o fim do casamento com Zezé Di Camargo.

De acordo com Zilu, o relacionamento sofreu depois de ter sido descoberto pela imprensa. "Quando vazou na imprensa, foi pior do que qualquer coisa... Ele estava divorciado há dois meses", afirmou, contando que não perdeu o contanto com Zé Henrique. "A gente se fala muito pouco. Eu decidi que não estava sendo legal nem para ele, nem para mim."

Filhos
Mãe de Wanessa, Camilla e Igor, Zilu foi questionada sobre qual filho deu mais trabalho. "Adivinha? A Wanessa. Todos os problemas que tem passar com um filho na adolescência, eu passei com a Wanessa. A Wanessa sempre foi rebelde, desde os 12 anos. Ela só dorme de dia. Domingo de madrugada ela estava ao vivo nas redes sociais! Mas ela é superdisciplinada com os filhos. Eles têm horário para dormir, para comer, para brincar, para ir à escola..."

Ela contou ainda que após o nascimento da primeira filha, hoje com 33 anos, enfrentou uma dura depressão pós-parto. "Eu não amamentei a Wanessa, eu não podia ver ela por uma semana. Eu tinha uma cinturinha de 60 centímetros, o corpo todo certinho e engordei 27 quilos. Imagina? Eu me sentia a pior pessoa do mundo. Meu mundo desabou. Eu olhava para e pensava: 'eu não dou conta de criar'."

Fonte: Revista Quem

Imprimir