Cidadeverde.com
Esporte

Hélio Castroneves paga US$ 10 milhões para ficar em liberdade

Imprimir
O piloto brasileiro Hélio Castroneves compareceu algemado na primeira audiência do caso em que é acusado de fraude fiscal nos Estados Unidos, nesta sexta-feira, num tribunal federal em Miami. Ele declarou inocência, mas precisou pagar uma fiança de US$ 10 milhões (cerca de R$ 20 milhões) para responder ao processo em liberdade.



 Ao lado de sua irmã e empresária, Katiucia Castroneves, e do advogado norte-americano Allan Miller, Helinho é acusado de conspiração e sonegação de imposto nos Estados Unidos. Segundo as investigações, a fraude teria acontecido entre 1999 e 2004, com relação a rendimentos do piloto que chegam a US$ 5,5 milhões.

Sob ameaça de ser condenado a até 35 anos de prisão, Helinho não deu declarações sobre o caso, mas seu advogado, Mark Seiden, defendeu a inocência de seu cliente. "Estamos certos de que ele não fez nada de errado", explicou o defensor do piloto brasileiro. Enquanto isso, Katiucia pagou US$ 2 milhões de fiança e Allan Miller desembolsou US$ 250 mil.

Depois do pagamento da fiança, Helinho foi liberado pela justiça norte-americana, mas não pode sair dos Estados Unidos. Segundo seu advogado, ele iria neste fim de semana para a cidade de Atlanta, disputar uma prova, mas não há nenhuma etapa prevista da Fórmula Indy, a categoria na qual o brasileiro compete - haverá, no entanto, uma corrida na Austrália, no dia 26 de outubro, quando o piloto, provavelmente, não poderá participar.

Aos 33 anos, Hélio Castroneves mora em Coral Gables, na região de Miami, e acaba de conquistar o vice-campeonato da Fórmula Indy - perdeu o título para o neozelandês Scott Dixon. Ele também já ganhou duas vezes as 500 Milhas de Indianápolis, uma das provas mais importantes do automobilismo mundial - em 2000 e 2001. E ficou famoso por comemorar as vitórias escalando o alambrado das pistas, o que lhe valeu o apelido de homem-aranha.

 No ano passado, Castroneves ampliou sua popularidade nos EUA para fora do mundo do automobilismo ao derrotar a cantora pop inglesa Melanie Brown na final do concurso televisivo "Dancing with the Stars", da ABC, equivalente ao brasileiro "Dança dos Famosos".
Tags:
Imprimir