Cidadeverde.com
Geral

Travesti cai em emboscada e revela nome de agressor antes de morrer

Imprimir

Atualizada as 14h23

Fotos: Cidadesnanet


Foi preso o primeiro suspeito de envolvimento no assassinato da travesti Aurinete em Patos do Piauí. Identificado pela Polícia como Justino da Costa Figueiredo ele seria um dos três envolvidos no homicídio. 

De acordo com o comandante da Polícia Militar em Picos, Edwaldo Viana, antes de falecer a vítima conseguiu revelar o nome de um dos seus agressores. Quatro homens estariam envolvidos  A vítima teria dito o nome de um dos agressores. "O Justino já foi preso e estamos procurando os outros envolvidos. Ainda não se sabe a motivação exata do crime, mas suspeita-se de uma briga entre eles", explicou o coronel.

Matéria Original

A travesti identificada apenas como Aurinete foi assassinada com uma facada na garganta. O caso ocorreu na madrugada da segunda-feira (01), no povoado Cajueiro, município de Patos do Piauí, a 399 km de Teresina. De acordo com a Polícia Civil de Jaicós, que investiga o caso, antes de morrer a vítima revelou o nome do agressor. 

As investigações apontam que quatro pessoas estiveram na cena do crime e que um deles desferiu a facada. A vítima e o suspeito se conheciam e teriam passado o domingo ingerindo bebida alcoolica, de acordo com a polícia. 

Familiares de Aurinete serão ouvidos nesta terça-feira (01). O titular da 13ª Delegacia Regional de Jaicós, delegado Miguel Carneiro Correia revela que uma das hipóteses indica que a travesti teria sido atraída para uma emboscada. Ainda não há informações de que o crime tenha motivação homofóbica. 

"O crime ocorreu durante a madrugada e tudo indica que a vítima foi atraída para uma emboscada. No trajeto para o hospital, minutos antes de morrer, ela disse quem era o agressor. Já temos muitas informações e estamos à procura dele", explica o delegado que deve representar pela prisão do suspeito. 

Aurinete foi assassinada  em uma estrada vicinal que dá acesso à localidade Morro da Onça. Antes de ser morta, a jovem foi vista na garupa de uma motocicleta com uma amiga. A moto foi localizada e apreendida. 

Depoimento de familiares e de pessoas que estavam com a vítima no domingo vão ajudar na elucidação do caso. 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir