Cidadeverde.com
Geral

Funcionário de trailler escapou da morte duas vezes, diz polícia

Imprimir

O funcionário do trailler, onde ocorreu um homicídio no bairro Torquato Neto, zona Sul de Teresina, escapou da morte duas vezes. Em seu lugar foi assasssinado por engano João Paulo Lopes da Silva, 24 anos. Um adolescente de 17 anos, conhecido como Palhacinho, foi apontado como o autor dos disparos e apreendido em casa horas após a ação criminosa. 

O coordenador da Delegacia de Homicídios, Francisco Costa, o Baretta, explica que o alvo do de Palhacinho era um funcionário do trailler, identificado como Tiago, que dias atrás havia reagido a um assalto. 

"Na última quinta (10), o Palhacinho foi tentar assaltar o trailler e o Tiago saiu correndo atrás dele com um facão. Com raiva, Palhacinho jurou que mataria Tiago. No sábado (12), ele foi até o local por volta das 17H e chegou apertar o gatilho quatro vezes, mas a arma falhou. Então voltou às 22h para matar o Tiago e acabou assassinando o João que não tinha nada a ver com a situação e foi morto por engano. O Tiago nem estava lá", explica Baretta. 

A namorada de Palhacinho, que também é menor de idade e está grávida, deve ser indiciada como partícipe. Ela teria sido responsável por confirmar que Tiago estava no trailler. "Ela foi lá ver se o Tiago estava no local para avisar o namorado", reitera o delegado. 

O adolescente foi apreendido em flagrante e responderá por ato infracional correspondente a homicídio qualificado. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir