Cidadeverde.com
Política

Robert garante que será candidato ao Senado mesmo que não seja pelo PDT

Imprimir

Os arranjos políticos dentro dos partidos com vistas as eleições de 2018 afagam alguns e acabam desagradando a outros. O deputado estadual Robert Rios (PDT) mostrou-se insatisfeito com o anúncio de que o ex-governador Ciro Gomes vem ao Piauí lançar a candidatura do deputado estadual Flávio Nogueira (PDT) ao Senado.

A possibilidade inviabiliza a sua candidatura ao Senado o ano que vem, de acordo com Robert Rios, anunciada desde o ano passado. O deputado garante que a candidatura continua posta, mesmo que aconteça por outro partido. Ele afirmou não saber ainda para qual sigla deve migrar para continuar seu projeto para 2018, mas no meio político a informação é a de que  possa se filiar ao PRR ou mesmo ao PSDB.

“Eu vi no jornal hoje que o Ciro Gomes vem ao Piauí lançar o Flávio Nogueira como candidato a senador. Ele não está dizendo que vai lançar o Robert a senador. Então eu estou me lançando sozinho, já estou há mais de um ano lançado e não preciso que o Ciro Gomes venha aqui me lançar porque eu nem sei se ele tem voto aqui”, disse o parlamentar em tom de contrariedade. 

Robert afirmou que não chegou, em nenhum momento a tratar sobre o assunto com o deputado Flávio Nogueira. Independente disso, garante que sua candidatura continua firme, mesmo que aconteça em outro partido. 

“A candidatura do Robert ao Senado continua firme, agora ela vai acontecer onde ela for possível acontecer. A definição legal de louco, é que louco é todo aquele que teima com a realidade. Eu não teimo com a realidade [...]Se a realidade for essa, eu abraço”, assegurou.

Além disso, ele destacou que de forma alguma ele apoiará o governo. “As alianças vão acontecer no próximo ano. As que você está achando que existem serão desfeitas e outras nascerão. Vamos ver como vai ficar o partido. Eu só respondo por mim, em nenhuma hipótese em apoio o governo. Pelo partido eu não posso responder”. 

O deputado acrescenta que “vai mudar tanta coisa de agora para abril do ano que vem”. “Todo mundo aqui dizia que a oposição estaria fraca, e que o Wellingotn Dias vai ganhar por gravidade. Já mostrou que não está fraca. A oposição está fortíssima e o governo é que está fraco. Quando chega a hora do jogo começar, é oposição forte e governo fraco”.


Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir