Cidadeverde.com
Política

Regulamentação de gerontólogos é aprovada no Senado

Imprimir

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou nesta quarta-feira (11) o substitutivo de Elmano Férrer (PMDB-PI) ao projeto de Paulo Paim (PT-RS) que regulamenta no Brasil a profissão de gerontólogo. O projeto, que deve seguir para Câmara dos Deputados, prevê que os gerontólogos participem de equipes multiprofissionais que prestem assistência a pessoas idosas, além de atividades como intervenções educativas visando a aposentadoria, formulação de políticas à população, e serviços de consultoria na área.

Segundo o senador Elmano Férrer, o gerontólogo é um profissional multidisciplinar que estuda o processo de envelhecimento em suas diversas dimensões e tem por missão assegurar a qualidade de vida dos idosos. "A saúde, segurança e bem-estar das pessoas que utilizam esse serviço não podem cair nas mãos de amadores", afirmou o senador.

Para ele, a regulamentação irá exigir dos gerontólogos uma conduta profissional, inclusive responsabilizando-os tecnicamente pela execução do trabalho.  O projeto de Lei prevê a atuação dos gerontólogos na atenção a idosos em Centros de Convivência, Centros de Referência de Atenção Social, Centros-dia, Instituições de Longa Permanência para Idosos, Programas de Atenção Domiciliar, Universidades Abertas à Terceira Idade e nas Unidades de Referência na Saúde do Idoso.
 
Desafios ao idoso
 
Elmano Férrer, que também é relator do projeto de Lei que visa regulamentar a profissão de Cuidador, fez um discurso em Plenário para destacar a necessidade de políticas públicas voltadas ao idoso. “Em todo país, temos enorme carência em relação a instituições de cuidado dos idosos, sejam estatais, religiosas ou da sociedade civil. No Piauí, existem apenas duas instituições estatais de longa permanência, uma na cidade de Teresina e outra em Parnaíba”, disse o senador Elmano.

O senador Elmano Férrer ainda ressaltou a ausência de Centros-dia em todo o país, que são locais onde os idosos podem ficar durante o dia, enquanto seus familiares trabalham. “O cenário é desafiador e os problemas são imensos. O envelhecimento da população é um fenômeno mundial, que, nos anos mais recentes, ganha mais maior importância nos países de desenvolvimento”, afirmou.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Tags: Elmano
Imprimir