Cidadeverde.com
Últimas

Nova fundação vai assumir gestão de seis hospitais do Piauí no dia 18

Imprimir

A Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH), criada neste ano, vai assumir, a partir da próxima quarta-feira (18), a gestão de seis hospitais administrados pelo Governo do Estado. O novo órgão concluiu o diagnóstico e se reuniu nesta semana para traçar metas do plano de ação das unidades de saúde. 

Passarão a ser geridos pela FEPISERH o Hospital Getúlio Vargas (HGV), Hospital Infantil Lucídio Portela, Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela - todos em Teresina -, além do Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, do Hospital Regional Justino Luz, em Picos, e do Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, em São Raimundo Nonato. 

"A Fundação cumpriu sua primeira meta, que é apresentar um relatório e um diagnóstico dos hospitais, que eram administrados até então, apenas pela Secretaria de Saúde. Nesse segundo momento, a Fundação Hospitalar está se preparando para dia 18 assumir a gestão direta dessas unidades hospitalares", confirmou o secretário de Saúde, Florentino Neto.

Pablo Santos, presidente da FEPISERH, destacou a importância da parceria com a Secretaria de Sáude. "A gente vai otimizar os serviços, minimizando os problemas que hoje enfrentam a rede dos três hospitais da capital, que vão fazer parte da Fundação Hospitalar e sempre em sintonia entre a Fundação e a Secretaria". 

Para os hospitais da capital, foram traçadas 17 metas, que incluem aumento da oferta de serviços especializados, redimensionamento de custos e otimização de leitos comuns e de terapia intensiva. O diagnóstico da fundação apontou um crescimento no número de consultas realizadas em Teresina. Só no hospital infantil, o aumento chega a 23% em relação ao ano passado. 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir