Cidadeverde.com
Esporte

Márquez é terceiro em Valência e fatura o título da MotoGP pela quarta vez

Imprimir

Márquez se tornou o oitavo piloto da história a superar os três títulos na MotoGP, mas o mais jovem a conseguir o feito. O espanhol chegou à principal categoria da motovelocidade mundial em 2013 e, de lá para cá, só não conquistou o campeonato em 2015, quando terminou o ano em terceiro e viu Jorge Lorenzo ser o campeão.

Neste domingo, o espanhol tinha toda a vantagem para si. Líder do Mundial, com 21 pontos de vantagem para o segundo colocado Andrea Dovizioso, Márquez era o pole e precisava de um desastre para não ser campeão. Para que isso acontecesse, o italiano teria que vencer a prova e torcer para o rival não terminar entre os 11 primeiros.

Dovizioso até tentou. Ele largou bem e subiu da nona para a sexta colocação. Mas a tarefa não era fácil, e ficou ainda mais complicada porque Márquez manteve a primeira colocação na saída e parecia soberano na ponta.

Não demorou, porém, para o francês Johann Zarco ultrapassar Márquez e Dovizioso ganhar uma posição, subindo para quinto. O italiano, então, teria logo à frente seu companheiro de equipe, Jorge Lorenzo, o que sugeria uma fácil ultrapassagem para que seguisse sonhando com o título. Mas não foi o que aconteceu.

Apesar dos pedidos da Ducati, Lorenzo não abriu espaço para a ultrapassagem de Dovizioso. A cada volta, a equipe ordenava a troca de posições, mas era ignorada pelo espanhol. Assim, o tempo foi passando e a chance de título do italiano, por consequência, minguando.

A prova seguiu sem grandes emoções até sete voltas para o fim, quando Márquez forçou para cima de Zarco e conseguiu a ultrapassagem. Mal havia assumido a ponta, porém, o espanhol errou numa curva para a esquerda, quase caiu, mas foi parar fora da pista. Ao evitar a queda, o espanhol minimizou a perda e conseguiu voltar na quinta posição, logo atrás de Dovizioso.

O cenário começava a ficar favorável para o italiano, e apenas uma volta depois, a sorte sorriu para ele novamente. Lorenzo, que seguia decidido a não abrir passagem, também errou, caiu e abandonou a prova.

Mas não deu tempo nem para comemorar. Segundos depois, o próprio Dovizioso também errou e saiu da pista. Ele ainda tentou voltar, mas foi obrigado a abandonar e acabou com qualquer chance de conquista. Mesmo assim, foi recebido como campeão por sua equipe no boxes, ovacionado.

Mas o título, de fato, estava decidido a favor de Márquez. E para selá-lo com chave de ouro, o espanhol ainda pôde comemorar mais um pódio na temporada. Afinal, com os abandonos de Dovizioso e Lorenzo, ele ganhou duas posições e terminou em terceiro.

Longe da briga pelo título, Johann Zarco e Dani Pedrosa tentavam fechar a temporada com uma vitória. E o francês esteve bastante próximo de seu primeiro triunfo na MotoGP, mas na última volta, não resistiu às investidas do experiente espanhol, que conseguiu a ultrapassagem e garantiu a primeira colocação.

Com o resultado deste domingo, Márquez fechou a temporada 2017 da MotoGP com 298 pontos, 37 à frente do segundo colocado Dovizioso. Maverick Viñales (230), Dani Pedrosa (210) e Valentino Rossi (208) completam os cinco primeiros do campeonato.


Fonte: Terra

Imprimir