Cidadeverde.com
Esporte

Vasco empata com São Paulo; Palmeiras bate Flamengo

Imprimir

O Vasco está firme na briga por uma vaga para a próxima edição da Copa Libertadores da América. A equipe carioca empatou com o São Paulo por 1 a 1, em São Januário, no Rio de Janeiro, neste domingo (12/11). A partida foi válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado fez a equipe carioca ir para a oitava posição, com 49 pontos. O Flamengo, com 50, é o sétimo colocado e primeiro clube na zona de classificação para a Libertadores. Já os comandados por Dorival Júnior caíram para o 11º lugar, com 45 pontos. 

O consolo para o São Paulo foi manter sua invencibilidade para o Vasco. Atuando como visitante contra a equipe cruz-maltina pelo Brasileiro, o time tricolor não sabe o que é derrota desde 2005, há 12 anos. Na ocasião, o clube do Rio de Janeiro saiu atrás no placar, mas conseguiu alcançar a virada no marcador e vencer por 3 a 1. 

De lá para cá, o São Paulo acumula quatro vitórias e quatro empates no território do Vasco. O gol do São Paulo saiu aos 40 minutos do primeiro tempo. De fora da área, Marcos Guilherme soltou uma bomba e a bola entrou no ângulo esquerdo do goleiro.

Aos 30 minutos do segundo tempo,  Vasco empatou. Wagner finalizou, mas a bola bate em Rodrigo Caio e sobrou para Caio Monteiro, que chutou rasteiro para vencer Sidão. O São Paulo ficou com um jogador a menos, aos 37. Éder Militão cometeu falta dura em Henrique e recebeu o cartão vermelho.

Palmeiras vence Flamengo

O dia foi de protestos da torcida contra o time do Palmeiras, mas a resposta foi absolutamente imediata. E positiva!

Neste domingo, jogando no Allianz Parque, a equipe alviverde não tomou conhecimento do Flamengo e venceu os cariocas pelo placar de 2 a 0, em partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois gols foram marcados por Deyverson, ambos na primeira etapa. 

O atacante, que mais uma vez substitui Borja, que está com a seleção colombiana, inclusive, foi um dos jogadores mais contestados pela Mancha Verde, principal organizada palmeirense. Antes da partida, em manifestação que começou na sede da escola de samba e terminou nos arredores do Allianz, uma "carta de demissão" foi divulgada, em que os integrantes do grupo pediam a saída de 11 jogadores.

Além de Deyverson, Egídio, Róger Guedes, Fabiano, Luan, Juninho, Antonio Carlos, Arouca, Michel Bastos, Bruno Henrique e Erik foram citados. O presidente do clube, Mauricio Gagliotti, e o diretor de futebol, Alexandre Mattos, também estiveram presentes na carta.

O camisa 16, entretanto, "ignorou" os protestos palmeirenses e marcou o primeiro logo aos 13 minutos. Moisés deu lançamento primoroso à lá Gérson do meio-campo no pé de Deyverson, que dominou e colocou por cima, na saída do goleiro Diego Alves.

Mais tarde, aos 35, Keno fez bela jogada pela esquerda e, do bico da área, chutou no ângulo do arqueiro rubro-negro, que nada pôde fazer. A bola explodiu na trave e sobrou livre para o mesmo Deyverson, iluminado, ampliar o marcador.

A partida deste domingo ainda marcou a reestreia de Felipe Melo como titular do Palmeiras. Isso não acontecia desde o dia 26 julho, ou seja, há quase quatro meses, quando a equipe palestrina empatou e foi eliminada pelo Cruzeiro da Copa do Brasil. À oportunidade, o volante se desentendeu com o então técnico Cuca, acabou afastado e só retornou contra o Bahia, em 12 de outubro, mas apenas como reserva.

O jogador, no entanto, acabou substituído aos 12 minutos da segunda etapa após sentir dores na coxa e saiu aplaudido para a entrada de Thiago Santos.

Com o resultado, o Palmeiras chegou a 57 pontos e tomou de forma provisória a terceira colocação do Santos, que tem 56 e joga nesta segunda-feira, contra a Chapecoense, fora de casa. A distância para o líder Corinthians agora é de 11 pontos em 12 possíveis. Na próxima rodada, quinta-feira, às 20h (de Brasília), o time alviverde enfrenta o Sport, novamente no Allianz.

Já o Flamengo, que está com a cabeça mais voltada à semifinal da Copa Sul-Americana, segue estacionado com 50 pontos, na sétima colocação, que ainda dá vaga à fase preliminar da Libertadores. Na próxima jornada, o encontro é com o Coritiba, também na quinta, às 21h (de Brasília), fora de casa.

 

Fonte: ESPN

Imprimir