Cidadeverde.com
Entretenimento

Dos livros para a tela da TV: História do Piauí vira filme

Imprimir


Por Péricles Mendel
[email protected]
 
A TV Cidade Verde mais uma vez presenteia os telespectadores com um programa especial neste domingo, data em que é comemorado o Dia do Piauí. Durante o especial Viva Piauí, uma verdadeira aula de história sobre o nosso Estado, sobretudo do período que marca os 250 anos de emancipação política do Piauí. Dentro da programação especial, haverá também a exibição de um filme contando essa trajetória, mostrando desde a chegada do chefe das armas, João José da Cunha Fidié, e a carta onde ele foi nomeado por Dom João VI para esta missão, até sua expulsão do Estado, dentre outros momentos.
 
Segundo o empresário e diretor presidente da TV Cidade Verde, Jesus Tajra Filho, que idealizou o filme, essa era uma idéia antiga de contar a história do Piauí de forma acessível ao público, principalmente o marco da nossa história, como a carta quando Fidié foi nomeado por Dom João VI em Portugal para vir ao Piauí.
 



Para escrever o roteiro do filme, o empresário passou meses e meses estudando e buscou inspiração em mais de cinco livros sobre a história do nosso Estado e também num minucioso trabalho de pesquisa em documentos históricos disponíveis nos mais variados cantos do país e até mesmo fora do Brasil.
 
Além disso, o empresário Jesus Filho ressalta que para a composição do roteiro do filme foi fundamental a consultoria em obras de grandes nomes da nossa história, como o sacerdote, professor e historiador Joaquim Raimundo Ferreira Chaves, o Monsenhor Chaves, que morreu no ano passado, com o advogado, professor universitário e ex-deputado Wilson Brandão, pai do deputado Wilson Brandão Filho, e ainda com o advogado e ex-senador Abdias Neves e em livro publicado por Fidié, que é uma série de documentos onde ele se comunicava com o rei de Portugal.
 



Para o empresário, o que mais o deixa gratificado, além do resultado final do filme é o trabalho de superação das dificuldades que toda a equipe teve. “Nosso principal orgulho é que a produção do filme é 100% piauiense, com elenco também formado de atores piauienses, assim como figurino, maquiagem, direção e produção”, destaca Jesus Filho.
 
O diretor presidente da TV Cidade Verde destaca ainda a importância do filme como fonte de pesquisa para estudantes, universitários, historiadores e outros profissionais do Estado. “Esse filme é um documentário e poderá ser utilizado futuramente em salas de aulas e ser discutido entre os alunos de diversas escolas e até mesmo faculdades do Estado, já que ele foi todo baseado em livros sobre a história do Piauí”, diz.

Um total de 500 pessoas participou de todo o processo de realização do filme, que foi gravado em 96 dias deste ano e mostra não só a Batalha do Jenipapo, mas todo o processo de Independência do Brasil, e teve locações nos municípios de Oeiras, Campo Maior, Parnaíba e Piracuruca. No roteiro, a preocupação em valorizar os heróis da Independência, já que a história frisou até hoje apenas os vilões. Nomes como Simplício Dias da Silva, Leonardo Castelo Branco, João Cândido de Deus e Silva,  brigadeiro Manoel de Sousa Martins, e Luís Rodrigues Chaves são sempre lembrados.
Tags:
Imprimir