Cidadeverde.com
Política

Ciro defende permanência de Firmino na prefeitura para disputar governo em 2022

Imprimir

Se depender do senador Ciro Nogueira, o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) vai concluir seu mandato no Palácio da Cidade e não disputar o governo do Estado em 2018. Em entrevista à TV Cidade Verde nesta sexta-feira (24), o presidente nacional do Progressista revelou que tem planos de lançar Firmino ao Karnak em 2022 pelo seu partido. Para isso, vem insistindo em sua filiação constantemente.  

“O Firmino tendo que deixar o comando da prefeitura não é uma situação muito fácil. Ele já viveu isso no passado. Ele é um grande parceiro e o que me cabe é estar ao seu lado para que isso aconteça. Meu desejo é que ele conclua o seu mandato e quem sabe seja governador pelo Progressista em 2022. É uma alternativa”, disse o senador.

Firmino já recebeu diversos convites para se lançar candidato a governador em 2018 pela oposição. Na manhã de hoje, ele deu a entender que está pensando no assunto, principalmente após romper com o PMDB na capital. Para Ciro, o ideal era ter o tucano em seu palanque no ano que vem, ajudando inclusive a reeleição do governador Wellington Dias.

"Eu tenho um sonho de muito tempo de ter o Firmino como Progressista. É um eterno convidado para vir ao partido. Eu até acho que isso vai acontecer um dia. Eu gostaria muito de ter o Firmino em nosso palanque. Seria um salto de qualidade em nossa coligação. Vou me dedicar a isso. Hoje estive conversando com ele durante uma hora e meia vendo as demandas da cidade, algumas situações que pensamos em trazer para ajudar a cidade e o seu projeto. Lógico que falamos de política também. Sempre depois dessas disputas tem as pessoas que chegam para jogar gasolina. Eu sou mais um bombeiro. Essas decisões não podem ser tomadas por conta dessas disputas”, analisou.

Foto: Wilson Filho

Ciro disse que seu partido está crescendo de forma concisa no Piauí. "O partido deu um pulo de 7 prefeitos para 40 e, se Deus quiser, vamos chegar a 55 no dia 4 de dezembro. Temos esse projeto político de 2022 por causa dessa aliança com o governador, já que temos esse compromisso com ele. O que eu espero é acrescentar muito a essa coligação”, afirmou.

Sobre 2018, o senador afirmou que as duas vagas abertas na chapa majoritária só serão preenchidas após uma avaliação de cada partido. "A eleição se decide na época quem são os melhores candidatos. A outra vaga de senador e a vaga de vice vai ser para quem for melhor. São duas vagas totalmente em aberto. Na época vamos discutir”, destacou.

Reforma da Previdência

O parlamentar defendeu a votação da reforma da previdência e disse que o grande problema é que a população não tem conhecimento do projeto. "Se depender do Progressista vai sair. "Vocês não têm ideia dos números que são apresentados. Se passa uma imagem de que está se querendo tirar direito, mas não é isso. Acontece que as pessoas que mais precisam do país, os pobres, estão sendo muito prejudicados por conta da previdência. Vamos fazer parte da população de um país que 80% não ganham dois salários mínimos. Eles dependem é do SUS, da escola pública. A previdência hoje só serve para quem ganha mais. Só quem se aposenta com 50 anos é senador, é coronel, é juiz, é deputado. São pessoas que ganham acima de 20 mil reais. Só 0,01% da população ganha acima de 20 mil reais. Nos últimos 15 anos a previdência custou mais para um milhão de pessoas, mais do que a saúde de 200 milhões de pessoas”, ressaltou.

Washington Bonfim

Responsável por indicar o ex-secretário municipal de planejamento, Washington Bonfim, para a Secretaria Executiva do Ministério das Cidades, Ciro Nogueira disse que o desfecho para ida ele ao cargo deve acontecer na próxima semana. "Ele é um dos técnicos mais capacitados do país. Até a próxima semana daremos uma notícia muito boa", afirmou.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Tags: CiroFirmino
Imprimir