Cidadeverde.com
Cidades

Polícia deflagra operação e prende secretário suspeito de tráfico de drogas

Imprimir
  • bdf14542-18e6-485d-96d4-8f4585b5e810.jpg Polícia Civil do Piauí
  • 06d344e8-8b1b-4dbd-8377-c25866772e68.jpg Polícia Civil do Piauí
  • aguaa3.jpg Polícia Civil do Piauí
  • aguaa2.jpg Polícia Civil do Piauí
  • aguaa1.jpg Polícia Civil do Piauí
  • aguaa.jpg Polícia Civil do Piauí

O  secretário municipal de Obras de Água Branca,  Valmir Tavares de Sales, está entre os presos da operação Medium Parnahyba deflagrada na manhã sexta-feira (01) pela Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre) nos estados do Piauí, Maranhão e São Paulo. Até o momento, 17 suspeitos foram presos.

De acordo com a Polícia Civil, na casa do gestor foram apreendidos armas de fogo, incluindo uma pistola, e várias munições. Auditores do Tribunal de Contas do Estado também participam da ação policial e apreenderam documentos na residência do secretário para averiguar possíveis irregularidades em sua gestão. 

Entre os alvos da operação há ainda funcionários públicos federais e municipais. Os suspeitos são investigados por envolvimento com o tráfico de drogas. 

Ao todo estão sendo cumpridos 45 mandados judiciais entre prisões, buscas e conduções coercitivas. No Estado, as equipes da Polícia Civil do Piauí estão nas cidades de Água Branca, Barro Duro, São Pedro do Piauí e  Teresina. 

Secretário de Obras sendo conduzido para a delegacia 

Na Capital, os alvos são suspeitos de comercializarem drogas na zona Sul. Eles foram presos nos bairros Lourival Parente e Bela Vista. Um deles é funcionário público dos Correios e seria responsável pelo transporte de entorpecentes. O alvo do Estado de São Paulo foi apontado como o fornecedor da droga. Já o preso na cidade de Caxias-MA seria reponsável por trazer a droga ao Piauí.

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Tiago Melo (TV Cidade Verde)

Imprimir