Cidadeverde.com
Geral

Técnico em refrigeração diz que matou pai de santo para se defender

Imprimir

Foto: Graciane Sousa/ Cidadeverde.com

Delegado Higgo Martins. Ao fundo, o suspeito de camisa azul

A Delegacia de Homicídios prendeu o suspeito de assassinar o pai de santo, Cosme Lindemberg Silva Araújo, 40 anos, em julho deste ano. 

A vítima foi morta a facadas dentro de casa no bairro Picarreira, zona Leste da Capital. O auxiliar técnico em refrigeração, Jefferson Roberto Lima do Nascimento Santos, confessa que matou o pai de santo, mas alega legítima defesa [veja vídeo abaixo].

O preso conta que a vítima tentou forçar relações sexuais com ele.

“Ele [pai de santo] tentou me agredir com uma faca. Tive que tomar a faca dele. Ele queria ter relações comigo e eu não quis”, disse Jefferson, que alegou ter se arrependido do crime. 

O suspeito foi preso na manhã nesta terca-feira (05), na região do Vale Quem Tem, na zona Leste. O delegado Higgo Martins, titular do inquérito que investigou o crime, disse que foi difícil descobrir a identidade do suspeito de matar o pai de santo porque os dois não tinham uma relação próxima. Vítima e acusado se conheceram horas antes em um bar na avenida João XXIII, na zona Leste da Capital. 

“Foi um trabalho árduo porque o autor não tinha nenhuma relação com a vítima. Foi um encontro esporádico que aconteceu no dia do fato”, contou o delegado. 

O inquérito está concluído e a prisão do suspeito deve ser convertida de temporária em preventiva.

O coordenador da Delegacia de Homicídio, Francisco Costa, o Baretta, informou que a alegação do suspeito de “legítima defesa” não será  um atenuante, já que, segundo ele, há provas que o crime se trata de um homicídio doloso. 

 

Flash Graciane Sousa e Izabella Pimentel
gracianesousa@cidadeverde.com 

Imprimir