Cidadeverde.com
Geral

Quatro aeronaves auxiliam nas buscas por marinheiro piauiense desaparecido

Imprimir

A Marinha do Brasil acaba de anunciar o reforço de quatro aeronaves, sendo três da Petrobras e uma da Força Aérea Brasileira, para auxiliar as embarcações que fazem buscas pelo piauiense Francisco Filho que desapareceu há três dias no mar da Bacia de Campos, a 129 quilômetros de Macaé, litoral do Rio de Janeiro. 

Após receber a informação do desaparecimento, o Salvamar Sueste, estrutura de Busca e Salvamento da Marinha, mobilizou imediatamente os navios a serviço da Petrobras que estavam trafegando próximo à área do incidente para iniciar as buscas.  Foi emitido um Aviso aos Navegantes, para que as embarcações que trafeguem nas proximidades possam apoiar as buscas.

A Marinha do Brasil (MB), por meio de nota informou que tomou conhecimento, no início da noite de segunda-feira (18) por meio do número 185 (emergências marítimas), que um tripulante da embarcação “Mar Limpo III” caiu no mar a 129 quilômetros a sudeste de Macaé (RJ), nas proximidades da Bacia de Campos (RJ), desde então as buscas não cessaram.

De acordo com amigos próximos, familiares e a namorada de Franciso estão no Rio de Janeiro acompanhando as buscas. O marinheiro era natural da cidade de Parnaíba, no litoral do Piauí. 

Francisco Filho havia sido contratado pela empresa Bravante e, segundo o Sindicado dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), fazia a manutenção no passadiço da embarcação, que faz recolhimento de óleo, no momento da queda. 

As causas e responsabilidades serão determinadas em Inquérito instaurado pela Marinha do Brasil.

Empresa

A empresa Bravante, que contratou os serviços do marinheiro também se manifestou através de nota onde se solidariza com a família do colaborador desaparecido e afirma estar prestando toda a assistência aos familiares. A empresa está colaborando com as operações de busca realizadas pela Marinha do Brasil e investigações em curso.

A Bravante esclarece ainda que foi acionada pelo comandante do navio Mar Limpo III sobre o desaparecimento do colaborador às 17h23 da segunda-feira (18/12). A comunicação para o início do processo de contingência se deu às 17h25. A empresa seguiu o protocolo necessário para este tipo de incidente e mobilizou com dedicação integral sua alta administração e corpo gerencial para acompanhar e prover o suporte às operações.

A Bravante ressalta que está em conexão direta e permanente com os órgãos responsáveis pela operação de busca e se orienta a partir das informações dessas autoridades.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Imprimir