Cidadeverde.com
Destaques da TV/Rádio

Produção de maconha para uso medicinal deve ocorrer em seis meses

Imprimir

O governo do Estado autorizou a execução de projetos para o uso medicinal do canabidiol, um extrato da planta cannabis sativa, também conhecida como maconha. A previsão é que em seis meses os pesquisadores já tenham resultados palpáveis. A informação é do presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa do Piauí (Fapepi), Francisco Guedes. 

“Já havia iniciado um trabalho de pesquisa depois de um simpósio sobre o uso medicinal do canabidiol realizado em março do ano passado. Na época, o governador autorizou a elaboração de projetos para produção e uso no Piauí e a Universidade Federal do Piauí (Ufpi) e a Estadual (Uespi) aceitaram o desafio sob coordenação do Centro Integrado de Reabilitação  (Ceir) e apresentaram e agora ele decidiu bancar os projetos”, destacou o presidente da Fapepi. 

Guedes destacou que as pesquisas estão em fase adiantada já que os pesquisadores piauienses não devem começar do zero, por ter trabalhos em execução na Paraíba, Rio de Janeiro e Brasília. Atualmente, 66 famílias fazem uso do canabidiol para prevenir convulsões e são acompanhadas pelo CEIR no estado.

Ouça a entrevista na íntegra: 

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Imprimir