Cidadeverde.com
Esporte

Jogador do Villareal é detido por suposto roubo e agressão

Imprimir

A passagem de Rúben Semedo pelo futebol espanhol, mais especificamente vestindo a camisa do Villareal, é recentemente destacada em manchetes dos jornais locais por questões extracampo. 

Semedo foi contratado pelo Villareal depois de destaque vestindo a camisa do Sporting, de Portugal (Foto: AFP)

Nesta terça-feira, de acordo com o periódico Las Provincias, o zagueiro português foi detido em sua casa pela Guarda Civil de Valência acusado de agressão, roubo e porte ilegal de arma de fogo.

A queixa contra o jogador foi realizada no dia 12 de fevereiro, mas a ordem para que o defensor fosse detido foi expedida apenas na última segunda-feira. O jornal ainda revela que a vítima acusa Semedo e outros homens de ter sido sequestrado, amarrado e agredido na moradia do jogador, em Bétera, na Espanha. Com provas de hematomas, o homem ainda apontou que um dos agressores disparou uma arma para assustar.

Além do jogador, um dos outros elementos identificados pelo denunciante é o primo de Rúben Semedo. A possível motivação levantada pelo denunciante para justificar o ato é a tentativa de assalto à sua residência. Porém, não constam relatos de vizinhos sobre alguma ocorrência irregular.

Os casos de polícia envolvendo o zagueiro português não são inéditos. A polêmica desta semana foi a terceira desde que Semedo chegou ao Villareal. Primeiro acusado de briga em um bar de Valência, a confusão mais recente foi em dezembro de 2017, quando o jogador acabou acusado e segue sendo investigado por ter ameaçado um segurança de uma casa noturna com uma arma.

 

Fonte: Gazeta Press

Imprimir