Cidadeverde.com
Entretenimento

I Mostra de Cinema tem exibição de filmes gratuitos e presença de renomado cineasta

Imprimir

Março se iniciará com uma grande novidade para os cinéfilos teresinenses. Entre os dias 1º e 7, os Cinemas Teresina exibirão gratuitamente um filme por dia, em sessão única às 19h30. A programação contará com filmes que são destaque no cinema argentino, englobando uma variedade de gêneros, e encerra com uma Sessão com Debate, que conta com a presença de Hayrabet Alacahan, especialista em cinema argentino.

Comédia, ação, dramas, experimentais, inspirados em histórias em quadrinhos e documentários entreterão o público. Os ingressos serão entregues no dia da exibição de cada filme e os interessados deverão garantir seu passaporte na bilheteria dos Cinemas Teresina. “As poltronas não serão numeradas. Por isso, é importante chegar cedo. Depois, basta esperar na fila a hora de entrar e aproveitar um novo filme a cada dia”, orienta o gerente dos Cinemas Teresina, Antônio Aquino.

O Festival Artes de Março faz parte da agenda cultural da cidade e, esse ano, trará o diferencial da I Mostra de Cinema. A ideia nasceu com a solidificação da própria identidade dos Cinemas Teresina, visto que, ao longo do último ano, foram exibidos longas de diversas cinematografias, sempre mesclando filmes de grande público com filmes de autor.

A proposta da Mostra é trazer um pouco da cinematografia de vários locais e a Argentina foi escolhida como o primeiro país a ser homenageado. “Pensamos imediatamente em prestigiar nossa América Latina, nossos irmãos vizinhos. Somos, no Brasil, muito informados sobre o cinema Norte Americano e Europeu. Falta conhecer mais nosso continente Sul Americano. É nossa responsabilidade, enquanto produtores culturais, de estabelecer esta ponte”, declara o curador dos Cinemas Teresina, Douglas Machado.

Sessão com Debate

A programação será encerrada com uma sessão com debate do filme Zama, que contará com a presença do cineasta argentino Hayrabet Alacahan. O evento tem o intuito de movimentar o cenário cultural local e enaltecer a sétima arte. Assim, o público poderá debater com o cineasta sobre o longa e compreender a construção da obra.

Sobre Hayrabet Alacahan 

Hayrabet Alacahan é pesquisador, historiador, cineasta, fundador e membro da Fundación Cineteca Vida (FCV). Seu arquivo pessoal reúne informações e dados de mais de 80.000 filmes e mais de 14.000 dados biográficos de diretores, atores e personalidades cinematográficas. Seu arquivo de filmes cobre 5.500 títulos em formato DVD e 8.350 títulos em formato VHS. Mais de 2.000 mil filmes (de todos os gêneros, longos e curtos) em passos de 35 mm, 16 mm, 9,5 mm, S 8 mm e 8 mm.

Tem cerca de 6.000 cartazes, 4.000 fotos, 6.000 slides e uma biblioteca especializada em cinema com cerca de 5.000 livros. Todo esse material cobre o mundo e a cinematografia de todos os tempos. Além disso, é capaz de reunir uma coleção considerável de diferentes dispositivos e elementos cinematográficos. Todo esse arquivo está disponível ao público por meio da FCV.

Hayrabet participa ativamente de festivais dentro e fora do país. Ao mesmo tempo, ele programa e colabora com outras instituições fora das projeções usuais da FCV. O cineasta também conseguiu organizar ciclos no cinema argentino e latino-americano na França, na Espanha e na Bélgica. Atualmente, terminando um dicionário entitulado "Filmografias", que fala de aproximadamente de cerca de 9.500 cineastas de todo o mundo e de todos os tempos, e tem previsão de lançamento em 2018.

Nascido em 17 de maio de 1950 na Armênia, de 4 a 19 anos, viveu em Istambul, na Turquia e, desde 1970, estabeleceu e desenvolveu suas atividades em Buenos Aires, Argentina.

Confira a programação:

1º de março de 2018 [Quinta-feira]

Filme: AO CÉU OU AO INFERNO [AL CIELO O AL INFIERNO]

Diretor: Lauro Racosky

Gênero: Comédia

Classificação: 12 anos

Sinopse: Todo o encanto da viúva Mercedes cai por água abaixo devido a aparição do seu finado Carlos. E no próprio velório, outros visitantes noturnos aparecem e revelam a vida libertina e conjulgal do defunto. Neste alvoraço, Mercedes encontra uma nova maneira de enfrentar a realidade, liberando suas mais ocultas paixões.

2 de março de 2018 [Sexta-feira]

Filme: FANGO [FANGO]

Diretor: José Celestino Campusano

Gênero: Drama

Classificação: 16 anos

Sinopse: Nas ruas empoeiradas e violentas da zona sul de Buenos Aires, transitam dois músicos veteranos – sempre dispostos a levar o ritmo do tango ao extremo, por vezes fundindo com acordes de rock thrash. São eles: El Brujo e El Indio. Não há uma presença institucional do governo nesta região da cidade e as diferenças são resolvidas com armas – muitas delas, caseiras. Neste palco de violência, eles seguem com sua música. Mas, a vida cobra justamente de quem não sabe se defender.

3 de março de 2018 [Sábado]

Filme: BRANCO OU NEGRO [BLANCO O NEGRO]

Diretor: Matías Rispau

Gênero: Ação

Classificação: 14 anos

Sinopse: Adrián abandona as montanhas do sul da Argentina e regressa a Buenos Aires para se vingar do assassinato de sua noiva. Seu amigo Julio tenta ajudá-lo a lembrar dos bons tempos, já perdidos. Mas nada adianta, Buenos Aires se transforma em um cercado sangrento de vingança.

4 de março de 2018 [Domingo]

Filme: RÉQUIEM PARA UM FILME ESQUECIDO [REQUIEM PARA UN FILM OLVIDADO]

Diretor: Ernesto Baca

Gênero: Documentário

Classificação: Livre

Sinopse: Em 2012, a Kodak interrompe a produção de negativos de filme. A morte do cinematógrafo parece certa. Ernesto Baca, cineasta, está consciente de que o fim do celuloide é também o fim do seu próprio cinema. Esta questão impulciona Baca a recorrer a sua filmografia e com sobras de seus filmes realiza "Requiem para um filme esquecido". Com isso, cria também a Argenta, uma emulsão para fabricar negativos para cinema.

5 de março de 2018 [Segunda-feira]

Filme: VITAMINAC [VITAMINAC]

Diretor: Matías Musa

Gênero: Ficção Científica

Classificação: 14 anos

Sinopse: VITAMINAC é uma ficção científica baseado no HQ homônimo, de Matías Musa. Mergulha em questões ligadas ao controle da mente como também em aspectos metafísicos da existência humana. A ação ocorre no período pós-nuclear numa megalópolis multidimensional chamada Koi-Osaka. Combina ação real com diversas técnicas de animação, criando uma nova linguagem visual bastante expressiva.

6 de março de 2018 [Terça-feira]

Filme: O HOMEM QUE CONTA [EL HOMBRE QUE CUENTA]

Diretor: Omar Magrini

Gênero: Drama

Classificação: 12 anos

Sinopse: Uma mãe doa sua própria vida como oferenda; o filho dela segue o pedido e a espera, contando números ininterruptamente; um tigre mata e é morto; uma viagem ao Pampa encontra um bar perdido; paroquianos se reúnem numa cerimônia mística; uma mulher misteriosa que foge; o antes menino agora homem segue a contar e a esperar. Elementos de vida e morte que se contrapõem na história.

7 de março de 2018 [Quarta-feira]

Sessão dupla: exibição do filme e palestra sobre Cinema independente Argentino com Hayrabet Alacahan

Filme: ZAMA [ZAMA]

Diretor: Lucrecia Martel

Gênero: Drama

Classificação: 14 anos

Sinopse: Zama, um oficial da Coroa Espanhola nascido na América do Sul, aguarda por uma carta do rei que deverá autorizá-lo a se transferir da cidade em que vive estagnado, para um lugar melhor. Os anos passam e a carta do Rei nunca chega. Quando Zama percebe que tudo está perdido, ele se junta a um grupo de soldados que saem a perseguir um perigoso bandido.

 

 

 

Da redação
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir