Cidadeverde.com
Cidades

Quatro pessoas são presas suspeitas de invadirem delegacia em Curimatá

Imprimir

Quatro pessoas foram presas suspeitas de invadirem a delegacia de Curimatá ( a 775 km de Teresina). A Polícia Civil informou que a quadrilha roubou armas e coletes de policiais para realizarem novos assaltos. Há suspeita também de que foi uma retaliação contra a prisão de 12 homicidas ocorrido no último mês na cidade.

O delegado Leandro Damasceno, titular do distrito de Corrente, informou ao Cidadeverde.com que a quadrilha aproveitou que a delegacia estava fechada durante o final de semana para fazer o arrombamento. Na ação eles levaram cinco coletes de policiais civis e uma arma ponto quarenta.

"Como não há plantonista no final de semana, eles aproveitaram para fazer o arrombamento. Estamos fazendo diligências e em busca de dois foragidos", disse o delegado.

Os quatro suspeitos foram presos ao realizarem uma festa supostamente para comemorar a invasão no DP.

"Eles estavam fazendo uma festa regada de cerveja, maconha e mulheres", disse o delegado.

Banco ainda fechado

O prefeito de Curimatá, Valdecir Júnior, lamentou o ocorrido e lembrou que o Banco do Brasil da cidade está fechada desde 2016 quando ocorreu o assalto com mortes de pessoas.

Júnior disse que já solicitou reforçou de segurança para a cidade, mas aguada uma posição do governo do Estado. 

 

Flash Yala Sena

yalasena@cidadeverde.com

Imprimir