Cidadeverde.com
Esporte

Roma bate Shakhtar e chega às quartas da Liga dos Campeões

Imprimir

Foto: AFP

Nesta quarta-feira, a Roma recebeu o Shakhtar Donetsk pelo jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Depois de derrota por 2 a 1 no jogo de ida, o time italiano conseguiu vencer por 1 a 0, gol marcado por Dzeko e assegurou a classificação para as quartas. Depois de um primeiro tempo apagado, a equipe da capital da Itália conseguiu fazer uma boa etapa complementar, marcou no início, desperdiçou chances, mas segurou o resultado até o apito final.

A reta final da partida foi quente. Os jogadores do Shakthar empurraram o gandula da partida para fora da placa de publicidade, os atletas discutiram muito e só teve um cartão amarelo, que foi para Facundo Ferreyra, o protagonista da confusão

A Roma volta agora todas as atenções para o Campeonato Italiano. No domingo, o time vai encarar o Crotone, fora de casa e quer embalar a terceira vitória consecutiva.

O jogo – O time da capital italiana começou com tudo, e quase abriu o placar no primeiro ataque do jogo, Nainggolan recebeu na área e tocou para Dzeko, o bósnio parou em Pyatov. Depois do susto inicial, o Shakhtar tocava bem a bola e impedia que o adversário pressionasse, tanto que em cobrança de escanteio, Florenzi desviou e quase marcou contra.

Nos 15 primeiros minutos, os ucranianos eram melhores, acuando o adversário, que pouco conseguia chegar, mesmo jogando em casa. O lado esquerdo era o favorito no ataque dos visitantes, que voltaram a assustar com Ferreyra após cruzamento de Ismaily. Outra boa chegada foi em um chute de fora da área de Taison, passando perto da meta de Alisson.

Quando conseguia chegar, o time da casa errava muito, Nainggolan conseguiu mais uma vez achar Dzeko, que acionou Kolarov, depois do cruzamento ninguém apareceu para concluir a jogada. Sem conseguir penetrar na defesa, a saída era arriscar de longe, Perotti tentou, mas a bola passou longe.

No geral, o primeiro tempo do Shakhtar foi melhor do que o adversário, controlando bem as ações com troca de passes, mesmo sem criar grandes chances. A Roma teve muitas dificuldades, especialmente na criatividade. Assim, a etapa inicial ficou em 0 a 0.

A tônica do segundo tempo não mudou muito. Entretanto, quem abriu o placar foi o time italiano, logo aos sete minutos, Strootman deu passe açucarado para Dzeko pela esquerda, o atacante saiu na cara do gol, mandou entre as pernas de Pyatov e colocou a Roma na frente, resultado que colocava a equipe nas quartas de final.

O gol empolgou os donos da casa, que aos 17 minutos quase ampliaram com Dzeko, que bateu de curva, a redonda passou perto da meta de Pyatov. Conseguindo dominar as ações depois de inaugurar o marcador, o time da capital italiana teve mais uma chance com o atacante bósnio, que de canhota mandou para o gol, mas perdeu a oportunidade.

Aos 34 minutos, uma confusão tomou conta do jogo. Os jogadores começaram a discutir no campo, depois que dois atletas do Shakhtar empurraram o gandula para fora da placa de publicidade. Alisson e Taison discutiram, e Facundo Ferreyra protagonista da confusão recebeu o cartão amarelo.

Nos últimos minutos, a Roma ficou totalmente acuada, mas o Shakhtar não conseguia exercer grande pressão. A grande oportunidade foi com Alan Patrick de falta, mas o brasileiro ex-Santos pegou mal e acertou a barreira. A tensão seguiu até o final, mas os italianos venceram por 1 a 0 e chegaram ás quartas-de-final da Liga dos Campeões.

Fonte: Gazeta Esportiva

Imprimir