Cidadeverde.com
Política

Governador se reúne com deputados e garante que o uso da conta única é legal

Imprimir
  • karnak1.jpg Jorge Bastos
  • karnak2.jpg Jorge Bastos
  • karnak3.jpg Jorge Bastos
  • karnak4.jpg Jorge Bastos
  • karnak5.jpg Jorge Bastos
  • karnak6.jpg Jorge Bastos
  • karnak7.jpg Jorge Bastos
  • karnak8.jpg Jorge Bastos

Por mais de uma hora, o governador Wellington Dias (PT) se reuniu com os deputados da base e garantiu que o empréstimo de mais de R$ 300 mil com a Caixa Econômica Federal ocorreu dentro da legalidade.

Na reunião que aconteceu no Palácio de Karnak, Wellington Dias levou equipe técnica para explicar aos deputados sobre os procedimentos adotados para receber os recursos do empréstimo.

O governador rebateu itens do relatório do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e tratou também sobre obras em andamento. 

Segundo Wellington Dias, o governo vai contestar todos os pontos do relatório do TCE. O governador explicou a aplicação dos recursos e assegurou que os procedimentos da prestação de conta sobre a operação de crédito estão em conformidade com a legislação. Dias chegou a mostrar inclusive que a reversão de receitas já foi feita em todos os governos anteriores.

Segundo o governador, o procedimento de usar a conta única do Estado é realizada por todos os governos anteriores para empréstimos seja da Caixa, BNDES e outros. Ele lembrou que os governadores fizeram o mesmo procedimento que ele e as contas foram aprovadas. Para Wellington Dias não houve desvio de função.

As explicações foram dadas para que os deputados possam defender o governo dos ataques da oposição. 

O governador teme que a oposição retarde o andamento dos recursos e prejudique obras estruturantes para o Estado. 

Tribunal de Contas do Estado divulgou relatório afirmando que houve desvio de finalidade na utilização dos recursos.  O contrato de operação de crédito trata de três áreas para aplicação dos recursos: mobilidade urbana, infraestrutura e demais obras estruturantes

Atualizada às 17h30

O governador Wellington Dias (PT) se reuniu na tarde desta terça-feira (20) com os deputados da base do governo, além de secretários do PT, para municiar a equipe e defender o governo dos ataques sofridos sobre o empréstimo da Caixa Econômica Federal. Outra questão é a definição de regras consensuais com os secretários e deputados para a nomeação da nova equipe.  

A reunião aconteceu a portas fechadas no Palácio de Karnak. O governador  colocou as prioridades do governo e apresentou dados sobre o processo do empréstimo de junto à Caixa Econômica Federal no valor de mais de R$ 300 milhões. 

Um dos parlamentares da base convidado para o encontro, o deputado Aluísio Martins (PT), disse que serão definidos os critérios para a ocupação das pastas. “Na verdade o governador tem dito apenas que os nomes vão ser substituídos por técnicos, mas hoje ele vai estabelecer os critérios para isso”, observou. 

No próximo dia 7 de abril, mais de 20 gestores irão se desincompatibilizar do cargo para disputar as eleições estaduais. O governador terá que mudar quase que 50% de sua equipe. A recomendação dada por Wellington Dias é de escolher um substituto que esteja já na equipe e que seja técnico para não comprometer o andamento dos projetos. 

 

Flash Lyza Freitas e Yala Sena
redacao@cidadeverde.com

Imprimir