Cidadeverde.com
Geral

Strans: tempo de integração aumenta 30 minutos e terminais terão catracas

Imprimir

Diante da ocorrência de muitos problemas no sistema de integração do transporte público de Teresina, a prefeitura elaborou um plano para melhorar a forma como é cobrada a passagem, aumentou o tempo de integração de 2 para 2h30 e ampliou a quantidade de utilização de passes.

Serão colocadas catracas, de acordo com o diretor de Transportes da Superintendência de Transportes e Trânsito de Teresina, Francisco Nogueira, para que os usuários do transporte público possam entrar nos terminais.

“Uma das modificações é em relação ao tempo que as pessoas estavam demorando para ‘catracar’ que era as vezes maior do que o para embarcar. Quando saiam do terminal alimentador com destino ao troncal, aí formava-se uma grande fila provocando o aglomerado e irritação. A gente observou que provocava atraso de 5 a dez minutos para que todos passassem o cartão, o que provocava consequentemente o atraso no percurso também”, explicou. 

Ele acrescentou que os terminais sairão do modelo aberto e irão para o fechado. “Serão colocadas cercas ao redor do terminal e a catraca será transferida para a entrada do terminal. Portanto aquela catraca que tem no ônibus não teria mais utilidade naquele momento e as pessoas que já descerem dos terminais alimentadores, já passaram pela catraca no terminal do bairro e poderão entrar no ônibus no terminal troncal sem precisar perder tempo ‘encatracando’ novamente”.

Francisco informou que os estudos para a colocação das catracas começaram hoje e que até maio a instalação estará concluída.

Aumento da ultilização dos passes 

Além disso, pelo período de 60 dias a contar do dia 17 de abril, foi ampliada de oito para 12 a quantidade de utilizações dos passes. “Desde a semana passada fizemos essa ampliação para que os usuários possam cumprir todos os seus itinerários com tranquilidade. Estamos fazendo monitoramentos diários durante 60 dias para que a gente possa ver se essa quantidade de utilização é suficiente, para que a gente possa verificar se a mudança está tendo um bom resultado para a maioria das pessoas”, disse.

Aumento da validade do tempo de integração

O diretor informa ainda que foi modificado o tempo de integração de 2h para 2h30, também pelo período de 60 dias. “Além dessas medidas, fizemos acréscimos tanto nas linhas troncais como nas alimentadoras. Estamos todos os dias fazendo os ajustes necessários para que o sistema de integração de Teresina funcione da melhor maneira possível”, finalizou.

De acordo com a Strans, as mudanças que vão acontecer são fruto de uma análise das reclamações e sugestões dos próprios teresinenses que se utilizam do serviço. 


Foto: Ascom PMT

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir