Cidadeverde.com
Geral

Acusado de chacina em Pio IX é absolvido após 2 anos do crime

Imprimir


Vítimas foram mortas durante chacina em Pio IX (foto: reprodução/internet)

Acusado de participar de um triplo homicídio no município de Pio IX, no ano de 2016, foi absolvido pelo Tribunal do Júri Popular, ocorrido na última quarta-feira (18).  O réu, Francisco Ramon da Silva, foi solto imediatamente após a decisão do conselho de sentença, que acolheu a tese da defesa e votou pela negativa de autoria. O Ministério Público do Piauí irá recorrer da decisão. 

“O Ramon foi absolvido dos três homicídios por unanimidade pelo corpo de jurados, que deu negativa de autoria. Ele passou toda a instrução preso. A unanimidade de votos ocorreu porque a decisão do conselho de sentença é dada por maioria. Sete jurados, quatro foram os votos de absolvição, então não abre os demais (votos) para resguardar o sigilo dos votos do Conselho de Sentença”, explicou o juiz da Comarca de Pio IX, José Eduardo Couto de Oliveira. 

Logo após o crime, Ramon foi preso e ficou recluso na Penitenciária José de Deus Barros, no município de Picos

O juiz explicou ao Cidadeverde.com que o crime foi indiciado com co-autoria e, o segundo suspeito, identificado apenas como Robelson, conhecido pelo apelido de “magrão”, permanece foragido.

“Existe outro acusado, denunciado, o Robelson, de apelido ‘magrão’, que está foragido. O Ministério Público apontou co-autoria no crime em que duas pessoas em uma moto foram para matar uma pessoa, mas ela estava acompanhada por mais duas, e todas foram mortas”, acrescentou o juiz.

Em sua decisão, o juiz relatou que “a razão da absolvição quanto aos delitos tipificados na denúncia reside única e suficientemente no veredicto dos jurados, nada havendo a ser acrescentado ou reparado, apenas mais uma vez ressaltada a lisura de toda a persecução penal”.

“Julgo totalmente improcedente a acusação, para absolver o réu Francisco Ramon da Silva, quanto aos fatos narrados na denúncia”, destaca o documento. 

Crime

Na chacina, três pessoas foram mortas na zona rural de Pio IX, a 343 km de Teresina, em fevereiro de 2016. O caso ocorreu no povoado de Cachoeira 1 – localizado a cerca de 2 km da cidade.  As vítimas foram identificadas como Napoleão Sousa Dias, de 21 anos, Francisco Nassau César Oliveira, de 24, e Antônio Airton de Oliveira Silva, o "Careca", de 26 anos.

Das três vítimas, duas morreram no local e uma foi encaminhada ao hospital do município, mas não resistiu aos ferimentos. 

Na época, a Polícia Militar do Piauí informou que as vítimas estavam sentadas na frente de uma residência quando foram surpreendidas pelos disparos. Os suspeitos estariam em uma moto. 

 A polícia identificou as armas usadas no crime: um rifle calibre 32 e uma espingarda calibre 12, ambas são de cano longo e utilizadas para disparos à longa distância.

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Imprimir