Cidadeverde.com
Esporte

Liverpool goleia Roma e abre vantagem na semifinal da Liga dos Campeões

Imprimir

Foto: AFP
 

Nesta terça-feira, no Estádio Anfield Road, o Liverpool recebeu a Roma pelo primeiro jogo da semifinal da Liga dos Campeões da Europa. Após começo equilibrado, os donos da casa com ritmo intenso fizeram 5 a 2. O show ficou por conta do egípcio Mohamed Salah, que marcou duas vezes, participou de dois outros tentos, e comandou o baile da equipe de Jurgen Klopp. São incríveis 43 gols ao longo de toda a temporada. Já na reta final, foi substituído e ovacionado pelos torcedores presentes.

Mané fez o terceiro gol já no segundo tempo, que foi literalmente, um atropelo dos Reds. O brasileiro Roberto Firmino, teve ótima participação ao longo dos 90 minutos e também marcou em duas oportunidades. Depois de diminuir o ritmo, o Liverpool viu a Roma descontar com Dzeko e Perotti, além de crescerem muito no jogo e pressionarem nos minutos finais. O resultado aproxima os ingleses da final da Champions depois de mais de dez anos. A última decisão foi disputada em 2007 em Istambul, quando foi derrotado pelo Milan.

A equipe da capital italiana, por sua vez, terá de repetir o milagre que fez diante do Barcelona, quando venceu por 3 a 0. O placar que eliminou os catalãs basta para os romanistas chegarem à grande decisão. Vitória por dois gols de diferença, garantem os ingleses na finalíssima em Kiev.

Na próxima quarta-feira, dia 2 de maio, as duas equipes voltarão a se enfrentar no Estadio Olimpico, em Roma às 15h45 (horário de Brasília). Antes, têm compromissos pelos respectivos campeonatos nacionais. O Liverpool recebrá o Stoke City, a Roma pega o Chievo em casa.

O jogo – No primeiro minuto de partida, a Roma teve boa chance em chute de Strootman, que acabou saindo fraco, para a defesa segura de Karius. O Liverpool respondeu com Salah, Alisson pegou firme. Entretanto, aos quatro minutos, o jogo foi paralisado, pois a bandeirinha de um dos assistentes quebrou. A bola voltou a rolar, e quando o auxiliar foi utilizar seu instrumento de trabalho, mas não conseguiu encaixá-lo no bastão.

Os Reds acabaram perdendo Oxlade-Chamberlain por lesão, na dividida com Kolarov, o jogador acabou sentindo a pior, e foi substituído por Wijnaldum. Em escanteio cobrado, a zaga do time inglês fez o corte, na sobra Kolarov mandou uma bomba, Karius espalmou, acertando o travessão.

Depois de suportar bem a pressão nos minutos iniciais, a equipe de Eusebio Di Francesco segurava o ímpeto dos ingleses, que tinham imensas dificuldades para criar. Porém, tiveram duas chances claras em pouco mais de dois minutos, mas Mané perdeu cara a cara com Alisson, mandando por cima. Na sequência, o senegalês desperdiçou outra, depois de boa jogada individual de Roberto Firmino.

Aos poucos, os comandados de Klopp começavam a se encontrar no campo. Salah acabou fazendo uma tabela com o adversário, e bateu, mas Alisson salvou. Os ingleses chegaram a abrir o placar com Mané, depois de cruzamento rasteiro de Robertson, porém, estava impedido, e o gol foi muito bem anulado.

Já dominando todas ações da partida, o Liverpool conseguiu o gol aos 35 minutos, Salah, recebeu da direita, puxou para o meio e mandou no ângulo de Alisson, marcando um golaço, para a explosão da torcida em Anfield Road. Dois minutos depois, Lovren cabeceou no travessão, quase ampliando o placar.

Até o final do primeiro tempo, os mandantes seguiram em cima, e ampliaram de novo com ele, Salah, que saiu na cara do gol, após passe de Roberto Firmino e tocou com frieza por cobertura: 2 a 0 me fim do primeiro tempo.

Na etapa complementar, os Reds mantinham o ritmo intenso, e conseguiram ampliar o lacar aos 10 minutos, Salah recebeu da direita e só rolou para Mané empurrar para as redes, fazendo 3 a 0, e colocando o time próximo da final.

Quatro minutos depois, Mané fez bela jogada pela esquerda e cruzou na área, a defesa não cortou, a redonda sobrou limpa para Robertson, mas Alisson defendeu. Na sequência, de novo, Salah pela direita infernizou a defesa adversária e rolou para Roberto Firmino transformar a vitória em goleada: impiedosos 4 a 0.

O jogo já havia virado um passeio, e aos 23 minutos, mais um dos ingleses, depois de escanteio cobrado por Milner, Roberto Firmino cabeceou firme, marcando o quinto a favor do time de Klopp.

A larga vantagem fez com que o Liverpool recuasse, e a Roma, buscava ao menos um gol para diminuir o prejuízo, Shick, parou em Karius. De tanto persistir, Dzeko recebeu na entrada da área e diminuiu aos 35 minutos do segundo tempo, podendo colocar o time de volta na partida.

Os comandados de Di Francesco voltaram ao jogo, depois de pênalti marcado em toque de mão de Milner. Na cobrança, Perotti esbanjou categoria, deslocou Karius e diminuiu para 5 a 2, deixando a equipe muito viva no confronto. Os italianos seguiram pressionando, mas o jogo terminou com placar final de 5 a 2 em favor dos ingleses.

FICHA TÉCNICA
LIVERPOOL 5 X 2 ROMA 

Local: Estádio Anfield Road, em Liverpool (Inglaterra)
Data: 24 de abril de 2018, terça-feira
Horário: 15h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Felix Brych (ALE)
Assistentes: Mark Borsch e Stefan Lupp, ambos da Alemanha
Cartões Amarelos: Alexander-Arnold e Lovren (Liverpool) e Juan Jesus (Roma)
Cartões Vermelhos: –
Gols:
Liverpool: Salah aos 35 e aos 45 minutos do primeiro tempo  Mané aos 10 minutos e Roberto Firmino aos 16 e aos 23 minutos do segundo tempo.
Roma: Dzeko aos 35 e Perotti aos 39 minutos do segundo tempo.

LIVERPOOL: Karius; Alexander-Arnolrd, Lovren, Van Dijk e Robertson; Henderson, Oxlade-Chamberlain (Wijnaldum) e Milner; Mané, Firmino (Klavan) e Salah (Ings).
Técnico: Jurgen Klopp

ROMA: Alisson; Fazio, Manolas e Juan Jesus (Perotti); Florenzi, De Rossi (Gonalons), Strootman, Under (Shick), Nainggolan e Kolarov; Dzeko.
Técnico: Eusebio Di Francesco

Fonte: Gazeta Esportiva

Imprimir