Cidadeverde.com
Viver Bem

Miofibrólise melhora a flexibilidade articular e o rendimento muscular

Imprimir

Mio (músculo), Fibro (fibra), Lise (quebra, dissolução). Simplificando, miofibrólise é o evento fisiológico consequente a quebra ou eliminação do tecido fibroso que limita a mobilidade e flexibilidade mioarticular. Portanto, o objetivo da Miofibrólise é estimular essa quebra de tecido fibroso e aderências, de forma não invasiva através de técnicas terapêuticas com o auxílio de instrumentos , para intervir sobre o tratamento das disfunções dos tecidos moles contráteis e não contráteis, associadas as tendinopatias, entesopatias (patologias que envolvem as inserções tendíneas, musculares e osteoligamentares no osso), lesões musculares, capsuligamentares, trigger points, compressões neurais e cicatriciais. A aplicação da Miofibrólise terapêutica é através de um conjunto de instrumentos projetados especicamente de acordo com cada função ao longo da evolução prática para otimizar as habilidades do fisioterapeuta, como a sensação do toque, para potencializar os resultados do tratamento. A técnica é utilizada somente por fisioterapeutas.


Benefícios da Miofibrólise Terapêutica
– Liberação miofascial;
– Melhora do rendimento muscular;
– Relaxamento muscular;
– Melhora da flexibilidade articular;
– Melhora da mobilidade articular;
– Melhora a circulação e a oxigenação dos tecidos;
– Redução da dor de origem inflamatória ou traumática;
– Redução de edema;
– Redução de hematomas;
– Quebra de aderências cicatriciais pós cirúrgica;
– Melhora de neuralgias de origem por irritação mecânica;
– Aumenta a consciência corporal;
– Promove bem estar físico e emocional;

Contra-indicações: edemas generalizados, estados inflamatórios agudos (aplicação direta), alterações vasculares e circulatórias (varizes, flebites, trombose), reações auto-imunes, câncer.

 

Fonte: Estilo de Vida

Imprimir