Cidadeverde.com
Esporte

STJD solicita entrevista de Kléber Pereira e cogita denúncia

Imprimir
O procurador-geral Paulo Schimitt, do Superior Tribunal de Justiça Desportiva comunicou  que analisará as entrevistas concedidas pelo atacante Kléber Pereira após a derrota do Santos diante do Vasco, sábado, por 1 a 0, em São Januário, e cogita denunciar o atleta ao Tribunal.

O atacante acusou o árbitro Elmo Alves Cunha de ter sido "comprado" pelo clube carioca, que conquistou a vitória em jogada que revoltou o time da Vila Belmiro. Os santistas alegaram que a infração cometida por Molina ocorreu fora da área, e não dentro, como entendeu Cunha.

Kléber Pereira disse também que o Vasco afasta o risco de queda à Série B caso Elmo Alves Cunha seja indicado para apitar os jogos do clube do Rio daqui em diante.

"Um time desta grandeza não precisa disso. Se esse juiz apitar sempre, o Vasco não vai cair. É uma vergonha para o futebol brasileiro", esbravejou o atacante Kléber Pereira na entrada do vestiário, em São Januário.

Paulo Schmitt solicitou vídeos e áudios com declarações do artilheiro do Campeonato Brasileiro. Caso denunciado, Kléber Pereira pode ser enquadrado no artigo 252 do CBJD (ofender moralmente a arbitragem), cuja pena varia de duas a seis partidas de suspensão. Dessa forma, o atacante pode ficar fora da reta final do Campeonato Brasileiro.

Recentemente, o Santos perdeu o zagueiro Fabiano Eller por três partidas por criticas a árbitro. Eller atacou verbalmente o juiz Marcelo de Lima Henrique, na derrota alvinegra diante do Grêmio, 2 a 0, no Olímpico, ameaçando de agredir Henrique.
Tags:
Imprimir