Cidadeverde.com
Cidade Verde Amarela

Após polêmica, pai de Özil diz que filho deveria se aposentar da Alemanha

Imprimir

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

O pai de Mesut Özil, Mustafa, afirmou que se aposentaria da seleção alemã se fosse o filho. O motivo: as críticas que o camisa 10 vem recebendo recentemente, mas principalmente após o diretor-esportivo da seleção alemã, Oliver Bierhoff, gerar polêmica.

O ex-jogador disse que a Alemanha deveria ter cogitado deixar Özil fora do elenco da Copa do Mundo depois do meia ter tirado uma foto com o presidente da Turquia, Tayyip Erdogan.

"Se estivesse no lugar dele, eu diria: 'obrigado, mas é isso'. A ofensa foi demais", declarou Mustafa. "(A declaração de Bierhoff) Foi uma piada. Na minha opinião, serviu apenas para salvar a pele dele", acrescentou.

A foto com o presidente turco antes da Copa causou descontentamento por parte dos alemães, porque Erdogan está no poder há 15 anos, é acusado de repressão contra grupos opositores, e seu regime, desde um golpe de Estado fracassado em julho de 2016, é responsável pela prisão de milhares de pessoas. Além de Özil, outro jogador da seleção alemã, Gundogan, também posou para a foto. Os dois nasceram na Alemanha, mas são descendentes de turcos.

"Eu pensei: 'isso (tirar a foto) não é uma boa ideia', mas também não pensei: 'tudo está entrando em colapso agora". Não foi a primeira foto de Mesut com Erdogan. Eu sabia que não era uma declaração política dele ou algo parecido", afirmou Mustafa, que explicou o motivo do filho não ter recusado o pedido.

"Foi por educação. Você deve saber: Mesut é uma pessoa tímida, então, como ele poderia recusar uma foto se um homem como Erdogan pede para tirar? Mesut pensou que seria extremamente indelicado só para explicar o motivo dele não querer a foto. Ele é um atleta e não tem nada a ver com política", acrescentou.

Eliminada ainda na fase de grupos da Copa do Mundo da Rússia, a Alemanha decepcionou no Mundial, e Özil foi um dos jogadores mais criticados pela imprensa e pelos torcedores.

"Ele está decepcionado e ofendido, sim, ofendido, porque os próprios fãs dele o vaiaram antes da Copa do Mundo. Ele não consegue entender", disse o pai do jogador.

Voltar Cidade Verde Amarela
Imprimir