Cidadeverde.com
Entretenimento

Xuxa perde processo sobre filme erótico contra Google

Imprimir


Xuxa Meneghel teve sua tentativa de distanciar sua imagem do filme erótico “Amor, Estranho Amor”, de 1982, mais uma vez frustrada. O motivo? A Justiça decidiu em favor do Google, no fim de junho, e o site de buscas não será obrigado a retirar o nome da apresentadora das pesquisas relacionadas à produção.

De acordo com o “Uol”, a multinacional norte-americana recebeu parecer favorável após a equipe da loira recorrer da ação que havia perdido no último ano. No processo, a estrela da Record exigia que fossem removidas do buscador frases que conectavam seu nome à pedofilia e às palavras derivadas do termo.

Isso porque, para quem não sabe, na produção, a famosa – então com 19 anos – interpretava uma garota de programa que seduzia um adolescente de 12 anos. Fato que fez com que a mãe de Sasha tivesse o nome ligado ao termo pedofilia na web.

Para a batalha judicial, iniciada em 2010, não cabe mais recurso.


Fonte: Famosidades

Imprimir