Cidadeverde.com
Últimas

Nova Floresta Fóssil é descoberta às margens de riacho em Teresina

Imprimir
  • 202f808f-1ad1-4863-bff2-4f7c992b5f5b.jpg ASCOM/ Semam
  • 6084d992-d51d-4b90-8a18-3d28bd43c1c8.jpg ASCOM/ Semam
  • 6955bf90-2716-4c40-9908-f36fa33cf7bd.jpg ASCOM/ Semam
  • 422af7e7-338c-43b1-a097-9ca24c32395e.jpg ASCOM/ Semam
  • f9c0b5d8-816e-4b6d-92bd-286903afae92.jpg ASCOM/ Semam

Uma nova Floresta Fóssil foi encontrada às margens do riacho São Vicente, na zona Rural de Teresina. A descoberta ocorreu quase por acaso quando o analista de sistemas Geraldo Jarques visitava amigos que tem uma propriedade na região. Na tarde desta sexta-feira (13), técnicos da Secretaria municipal de Meio Ambiente e o paleontólogo Willian Matsumura, da Universidade Federal do Piauí, realizaram medições e registros fotográficos do local.

"A importância científica é muito relevante, tanto quanto a própria floresta fóssil as margens do rio Poti, justamente porquê os troncos estão preservados em posição de vida, refletindo as características  e condições do local onde eles realmente viveram", pontuou o paleontólogo.

O local fica a cerca de 40 km da zona Urbana de Teresina e é de fácil acesso. A Seman já realizou três visitas ao local e agora estuda uma forma de junto aos moradores da região, preservar a descoberta histórica.

"É importante trabalhar junto a comunidade. Levar informação as pessoas que moram ali e vivem naquele local. Há uma escola perto onde os professores podem dar aulas no entorno do rio e tudo acaba se tornando um objeto de estudo", acrescenta o professor e pesquisador.

 Outros materiais de divulgação para popularizar o conhecimento do local também devem ser produzidos após novas pesquisas de levantamento.

 

Rayldo Pereira
[email protected]

Imprimir