Cidadeverde.com
Entretenimento

Pai de Meghan Markle teria fingido infarto para não ir ao casamento Real

Imprimir

Reprodução / Tim Stewart News Limited / AP

 

Thomas Markle, pai de Meghan Markle, teria fingido um ataque cardíaco para não ir ao casamento da filha com o Príncipe Harry, realizado em maio deste ano, em Londres, na Inglaterra. O infarto e até a cirurgia do veterano teriam sido uma farsa.

“Toda a história sobre o pai de Meghan em cirurgia cardíaca foi fabricada”, disse uma fonte ao “Daily Mail”.

E continuou: “Ele tinha que dar uma boa razão para não comparecer ao casamento dela e evitar qualquer constrangimento depois que as fotos encenadas foram divulgadas”.

O veículo de comunicação entrou em contato com o hospital para saber a respeito da suposta internação, e o centro médico informou que Thomas não deu entrada na data informada.

Também de acordo com a publicação, o veterano, de 73 anos, tinha ainda a intenção de ganhar a simpatia das pessoas com o suposto ocorrido.

Vale destacar que a história veio à tona após Samantha Grant, meia-irmã de Meghan, defender o pai e atacar a caçula. “Que tal você prestar homenagem ao seu próprio pai?! Já chega. Aja como humanitária, aja como uma mulher. Se nosso pai morrer, é com você Meg”, escreveu no Twitter.


Fonte: Famosidades

Imprimir