Cidadeverde.com
Últimas

Ministro da Saúde visita HGV e libera R$ 3,8 milhões para cardiologia

Imprimir

Fotos: Catarina Malheiros/Cidadeverde.com

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, está em Teresina e ao lado do prefeito Firmino Filho, visitou o Hospital Getúlio Vargas (HGV) e anunciou a liberação de recursos no valor de R$ 3,8 milhões.

"Estamos visitando e verificando a área de cardiologia. Existem muitas pessoas que precisam da cirurgia cardíaca. Esse recurso vai comprar o equipamentos do centro cirúrgico. Mais de 100 pessoas da fila de cirurgia vão pode vai ser atendidas", destacou.

Ainda nesta sexta-feira, à tarde, Occhi participará de uma reunião com os prefeitos e secretários de Saúde/PI e participará da entrega de 14 camionetes de combate às endemias. Fazem parte da comitiva do ministro, o secretário de Atenção à Saúde, Francisco Figueiredo, e o secretário de Vigilância em Saúde, Osnei Okumoto.

“Estamos no Hospital Getúlio Vargas visitando e verificando a área de cardiologia porque no Piauí existem muitas pessoas que ainda dependem de uma cirurgia cardíaca e autorizamos o investimento de R$ 3,8 milhões para compra do equipamento do Centro Cirúrgico e isso vai proprocionar que mais de 100 pessoas que estão na fila vão poder ser atendidas a partir da conclusão do prcoesso de licitação e compra desses equipamentos”, destacou.

O ministro visitou também  a construção de mais 20 leitos de UTI que são necessários  para que as pacientes, no pós-operatório, se recuperem. 

Com o prefeito Firmino Filho, o ministro disse que tratou sobre o Samu. 

“Fora isso, vinha conversando com o prefeito Firmino Filho e estamos habilitando o serviço de Samu não só de Teresina, mas de três outras cidades no Piauí. São investimentos importantes que falamos e já está públicado no Diário Oficial esses investimentos. Mas havia feito um compromisso de fazer a visita. Estamos avaliando a possibildiade de ajudarmos na aquisição de novos equipamentos para o tratamento renal. Vamos fazer uma reunião e posteriormente vamos fazer o apoio ao Piauí e a capital para que a saúde possa ser melhor atendida”. 

O prefeito Firmino Filho falou sobre as demandas de cirurgias de cardiologia no Piauí. 

“Temos uma demanda específica. Ao longo do tempo tivemos problemas com o serviço de cardiologia. Os procedimentos ficaram congelados e vários leitos dos hospitais privados filantrópicos foram perdidos. A maioria deixou de atender pelo SUS. O  próprio hospital São Marcos. E restou a saída ppara os hospitais públicos fazerem essa cirurgia. É importante que o HGV possa estruturar essa demanda e vidas possa ser salavas”, destacou. 

 

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com

Imprimir