Cidadeverde.com
Geral

Vila Bairro Segurança: projeto leva conscientização sobre violência sexual para alunos

Imprimir

Os alunos da Escola Municipal Dilson Fernandes, na zona Norte de Teresina, participaram, nessa quinta-feira (30) de uma oficina de conscientização sobre a violência sexual entre adolescentes, com o tema “Prevenção da Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes: Com Isso Não se Brinca”. A ação foi promovida pelo projeto “Paz na Escola”, que faz parte dos trabalhos integrados do eixo 'Prevenção', do Programa Vila Bairro Segurança.

A palestra iniciou às 16 horas, visando estabelecer uma cultura de paz dentro do ambiente escolar, mas que se possa se expandir para a sociedade. A atividade foi conduzida por técnicos da Casa de Zabelê, entidade conveniada à Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). Simultaneamente, duas turmas receberam as palestras levadas pelo projeto. “Foram abordadas com os adolescentes as formas de violência sexual, através de slides explicativos, e também com a utilização de livretos abordando o tema do abuso e exploração sexual”, afirma Francisco Moreira, coordenador da Casa de Zabelê.

Coordenado pela Semcaspi, o Vila Bairro Segurança tem como objetivo reforçar a segurança nos bairros da capital, por meio dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege, do eixo 'Proteção', mas também através de projetos do eixo 'Prevenção', como o próprio 'Paz na Escola', além do 'Educando Para Prevenir', 'Todos Por Um', 'Meu Bairro é Vivo' e 'Sou Capaz'.

“O Paz na Escola é um projeto que trabalha a prevenção à violência, abordando questões relacionadas à mulher, ao trânsito, à juventude. Nos sentimos felizes com a condução e participação de todas as secretarias envolvidas no projeto, que já começa a dar seus primeiros sinais de boa atuação”, comenta Samuel Silveira, secretário da Semcaspi. 

Os 13 bairros assistidos pelo projeto são: Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.


redacao@cidadeverde.com

Imprimir