Cidadeverde.com
Esporte

Com técnico na berlinda, Chapecoense faz jogo adiado com Atlético-PR

Imprimir

Foto: Sirli Freitas/Chapecoense

 

PAULO BATISTELLA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

A Chapecoense recebe o Atlético-PR às 20h desta quinta-feira (13) em jogo adiado da 20ª rodada do Brasileiro. As atenções na Arena Condá estarão voltadas para o técnico Guto Ferreira, que recebeu ultimato da direção alviverde no último domingo (9).

Um dia após a derrota por 2 a 0 para o Flamengo, no Maracanã, o presidente da Chape, Plínio David Filho, afirmou que o treinador tem permanência garantida apenas até a partida com os atleticanos. "Vou conversar com a diretoria para que eles entendam esse momento. Vamos fazer uma análise muito grande", disse.

Guto foi contratado no início de agosto com a missão de manter a Chape na Série A, objetivo semelhante ao que cumpriu em 2015, em sua primeira passagem pelo clube. Dessa vez, chegou para substituir Gilson Kleina, que deixou o time em 16º, com 18 pontos e aproveitamento de 35,3% em 17 partidas do Brasileiro.

No entanto, sob o comando de Guto, a equipe não evoluiu. Em seis jogos na competição, teve 22,2% de aproveitamento -quatro derrotas, um empate e apenas uma vitória, na estreia do técnico, diante do Corinthians, por 2 a 1. Agora é vice-lanterna, com 22 pontos, dois a menos que o primeiro time fora do Z-4, o Vasco.

"Posso fazer o time render mais. Não vamos parar de buscar o melhor. Acho que neste momento a estatística não está adequada, mas vamos trabalhar para fazer o melhor", disse o treinador após o revés diante dos flamenguistas, no sábado (8).

Ao menos entre os jogadores, Guto tem apoio, conforme afirmou Victor Andrade. "O professor vem fazendo um bom trabalho, mas, infelizmente, o resultado não está saindo. A cobrança sempre vai para o treinador pelos resultados. Mas isso é uma instabilidade do grupo, não só dele. Todos temos que melhorar", disse ele.

O atacante estará à disposição do técnico após ter se recuperado de luxação no ombro. Além dele, Guto poderá contar com Elicarlos, que retorna de suspensão.

O Atlético, que tenta se recuperar de duas derrotas seguidas, também terá mudanças. Wellington e Renan Lodi devem voltar a equipe titular após cumprirem suspensão. Nikão, expulso na derrota por 3 a 1 para o Atlético-MG, dará lugar a Rony. Diego Ferreira e Reginaldo disputam vaga no lugar do suspenso Jonathan.

Os atleticanos somam 27 pontos e ocupam a 14ª colocação na tabela.

CHAPECOENSE
Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Roberto; Elicarlos, Márcio Araújo e Canteros; Bruno Silva, Doffo e Victor Andrade. T.: Guto Ferreira
ATLÉTICO-PR
Santos; Diego Ferreira (Reginaldo), Thiago Heleno, Léo Pereira, Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães, Veiga; Marcinho, Rony e Pablo. T.: Tiago Nunes
Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Horário: 20h desta quinta
Juiz: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Imprimir