Cidadeverde.com
Últimas

Pai faz despedida emocionada para filho morto por tubarão

Imprimir

Foto: Reprodução/facebook do pai

O pai do estudante Arthur Medici publicou um desabafo nas redes sociais, como forma de se despedir do filho, que foi morto em um ataque de tubarão, nos Estados Unidos, onde vivia há 2 anos.

Arthur foi para o estado norte-americano para estudar, tinha 26 anos e era natural do Espírito Santo. No momento do acidente, no último sábado (15), ele estava surfando na baía de Cape Cod, no parque nacional Newcomb Hollow Beaching.

"Filho....vc me deixou ! Estou sem Chao e sem vontade de viver. Agora nada tem significado pra mim, pois esse Deus me tirou a razão do meu viver e minhas lágrimas estao secando. Estava lutando pra te dar tudo e agora....pra quem vai ficar o que estava sendo guardando pra vc. Não tenho vontade mais da vida pois nada mais faz sentido...eu te amo por toda a eternidade!" (sic) - postou o pai, Itamar Medici, no Facebook.

A publicação apresenta 16 fotos de Arthur em momentos descontraídos com a família, desde a infância até a adolescência.

 

O acidente

O Parque Nacional de Cape Cod revelou que por volta das 12h30 locais de sábado (cerca de 13h30 em Brasília), Medici foi derrubado da prancha de surf pelo animal. Logo depois do incidente, o estudante foi socorrido e levado para a costa, onde socorristas realizaram os primeiros-socorros na espera pela ambulância.

Algumas pessoas que estavam na praia também tentaram parar o sangramento fazendo um torniquete no local atacado, mas, infelizmente, Medici acabou falecendo posteriormente, já no Hospital Cape Cod, em Hyannis. 

De acordo com o site, a praia foi fechada após o ataque e testemunhas disseram que a cena mortal parecia algo “saído de filme”. 

Embora haja um aviso da possível presença de tubarões na praia, o ataque fatal foi o primeiro em 80 anos. Muitos moradores da região dizem que nadam sem medo na água, já que são muito raros casos como este. 

Algumas testemunhas disseram que Medici teria chutado o animal antes de ser atacado nas pernas, mas ainda não foi divulgada nenhuma declaração oficial sobre os detalhes das lesões de Medici. 

Não havia nenhum salva-vidas no local no momento do ataque de tubarão , porque, supostamente, só trabalham na praia durante a temporada de verão, que já acabou. O corpo de Arthur Medici deve chegar ao Brasil na próxima semana. Ainda não há informações sobre o enterro da vítima.

Da Redação 
redacao@cidadeverde.com

Imprimir