Cidadeverde.com
Geral

Defesa Civil confirma 97 mortes nas enchentes em Santa Catarina

Imprimir
 
A Defesa Civil de Santa Catarina divulgou um boletim, às 20h50 desta quarta-feira, informando que o número de mortos pelas chuvas chega a 97, e não a 99, conforme divulgado anteriormente. Segundo o órgão, os números foram divulgados equivocadamente porque a Prefeitura de Luís Alves confirmou dois óbitos por engano.
 
Ao menos 19 pessoas continuam desaparecidas e dez cidades decretaram situação de calamidade: Gaspar, Rio dos Cedros, Nova Trento, Camboriú, Benedito Novo, Pomerode, Luís Alves, Itajaí e Rodeio. A cidade de Blumenau --uma das mais afetadas pelas chuvas-- também decretou situação de calamidade, segundo a prefeitura.
 
O número de pessoas que tiveram de deixar suas casas chega a 78.656. Segundo o órgão, deste total, 27.404 estão desabrigados, ou seja, dependem de abrigos do poder público, e 51.252 estão desalojados --devem ficar hospedados nas casas de familiares ou amigos.
 
 
 
As chuvas também provocaram um aumento de mais de 50% na demanda por transfusões de sangue no Centro Hemoterápico de Blumenau, desde segunda-feira (24). Enquanto no início da semana foram feitas aproximadamente 50 transfusões, nesta quarta foram mais de cem procedimentos.
 
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve na tarde desta quarta-feira em Itajaí para avaliar os estragos causados pela chuva que atinge Santa Catarina. Ele afirmou que, agora, é preciso ficar atento com o risco de doenças, principalmente contaminação pela leptospirose.
 
Lula afirmou que "para combater essa e outras doenças causadas pela água suja, deve chegar ainda hoje em Itajaí um helicóptero com 10 toneladas de remédio e amanhã outros sete". O anúncio sobre o envio dos medicamentos foi feito mais cedo pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão.
 
 
Fonte: Folha Online
Tags:
Imprimir